11 PENTEADOS LEGAIS COM GEL

Beleza
07/12/2016

Eu não consigo lembrar exatamente quando foi que o gel de cabelo se tornou cafona, mas eu sei que em algum momento este produto caiu num limbo profundo da moda capilar. Mas este recente (e abrangente) resgate dos anos 90 parece ter redimido o gel, que vem aos poucos se tornando cool de novo. Para quem está buscando inspirações para penteados diferentes, acho que vale dar uma olhada em algumas ideias legais feitas com o produto (ou que poderiam ter sido feitas com ele, rs):

bella-hadid-hair-gel

Rabo alto de dominatrix : Bella Hadid ilustra aqui um dos penteados mais sexy que existe. Ao mesmo tempo que é super rígido, tem uma alma jovem. Acredito que valoriza especialmente quem tem um rosto muito bonito, já que deixa os traços em destaque. Com a ajuda de alguém, fica fácil de executar. 

cabelo-de-gel

Rabo baixo com risca lateral: adoro esse penteado! Inclusive fiz numa amiga minha dia desses. Estávamos sem gel e improvisamos com tudo o que tínhamos à mão. Com o gel teria ficado melhor, rs. Acho que fica especialmente bonito em quem tem cabelo com volume. Assim faz um contraponto entre a raiz baixa e o cabelo cheio. 

alicia-keys

Curto para cima, com topete: acho tão legal esse penteado da Alicia Keys para meninas com cabelo curto! Acho que nem com todo gel e mousse do mundo o meu fica assim, mas fica a sugestão para quem tem madeixas menores. O melhor é que, como é super displicente, não precisa nem ter um super acabamento. 

screen-shot-2016-12-07-at-4-58-07-pm

Cabelo molhado: No começo eu achava estranho essa coisa de “saí da piscina”. Me lembro que a primeira vez que me surpreendi foi com a Megan Fox, em algum red carpet há milênios. Hoje eu gosto muito! Acho moderno e bonito. Essa versão com volume no topo da cabeça da Kim Kardashian é bem interessante. Aprecio ainda mais em cabelos curtos!

screen-shot-2016-12-07-at-4-32-39-pm

Só na lateral: uma variante menos drástica do look acima é fazer o efeito molhado só numa lateral da cabeça. Amei o estilo desse em camadas! Mas este é de passarela. Talvez seja algo para pedir ao profissional, rs. 

screen-shot-2016-12-07-at-4-22-40-pm

Cabelo do Ken: eu não sei muito bem como andam os Kens da atualidade, mas na minha época era mais ou menos isso aí… Repartido, comportado e sólido, rs. Falando assim nem parece que fica tão bonito! Acho que o segredo aqui é usar gel forte com um pente na estrutura e algo mais suave no acabamento, para esse efeito sequinho. 

screen-shot-2016-12-07-at-4-18-26-pm

Cacheado contido: não necessariamente o cabelo precisa estar esticado para usar o gel. Dá para conciliar com os cachos num penteado como este da Hayden Panettiere. Nesse caso, acho que é preciso aplicar o produto com os dedos. Vale fazer um experimento!

screen-shot-2016-12-07-at-4-27-29-pm

Moicano falso: ainda para os cachos, adoro esse efeito de moicano falso! Acho que fica bem fácil executar para quem tem cabelo tipo black power. E é uma boa variante para o cabelo do cotidiano também. É bem moderninho e belo!

screen-shot-2016-12-07-at-4-28-14-pm

Falso moicano trançado: quem não tem o volume dos cachos aí de cima pode inventar um moicano a partir de uma trança embutida. Nesse caso, aquela invertida, que deixa o altinho da trança à mostra. Aí vale usar o gel para dar aquele acabamento perfeito na lateral. 

 screen-shot-2016-12-07-at-4-43-34-pm 

Coque baixo lustrado: fácil de fazer, sofisticado e discreto. É só usar um pouco de produto para puxar o cabelo para a nuca e depois prender as madeixas enroladas (e não torcidas). Bem lindo!

screen-shot-2016-12-07-at-6-09-13-pm

Lustrado com risca lateral: Amo esse look todo da Hannah Davis! Sexy, elegante e harmonioso. Quem tem um rosto desses tem que experimentar um penteado assim! O efeito é impactante. 

O mais legal do gel versão 2016 é que dos anos 90 para cá ele já evoluiu bastante. Então existem muitas versões diferentes para a gente aproveitar, com vários acabamentos e fixações. Dá para fazer coisas bem legais, que passam longe do seu coque de ballet na infância, rs. Quem se arrisca?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

kim-loira
SUA MAKE ACOMPANHA SEU CABELO?
9e1835914f022c5676f41c0a9d13a286
SE ESSE CABELO FOSSE MEU… BELLA HADID
screen-shot-2016-10-11-at-2-31-07-am
TENDÊNCIA CAPILAR :: COQUINHOS CHUN LI
screen-shot-2016-09-30-at-3-21-37-am
TENDÊNCIA CAPILAR :: CORSET BRAIDS

UMA BREVE HISTÓRIA DO ROSTO

Comportamento
06/12/2016

Outro dia vi uma polêmica acerca de uma matéria da Vogue que anunciava o fim da era dos seios grandes. Muitas ficaram indignadas, cobertas de razão, claro. Como é que se adequa a uma tendência dessas? Mas eu não entendi a surpresa…Não foi ao acaso que os implantes explodiram nos últimos 15 anos. Basta olhar para o passado e notar que o corpo sempre esteve sujeito a modismos, por mais cruel que fosse. Isso também acontece com o rosto e a fisionomia mas, aparentemente, as pessoas estão fazendo o mesmo movimento sem se dar conta…

screen-shot-2016-12-06-at-5-07-39-pm

Não é a primeira vez que abordo essa questão aqui, mas é algo que realmente me preocupa. Não é que eu seja contra intervenções estéticas, pelo contrário. Eu só me pergunto se as pessoas estão fazendo pelos motivos certos e não apenas influenciadas por uma dessas tendências que certamente vão mudar na próxima década. O que rolou com os seios vai acontecer com a face. E eu digo isso porque já ocorreu antes, várias vezes, na história recente. Observemos uma breve história do rosto, através da moda:

• Início dos anos 90: Supermodelos.

cindy

Na virada dos anos 90 o padrão de beleza era uma mulher forte, com uma fisionomia saudável e quase atlética. Mulherão mesmo! Naomi Campbell, Cindy Crawford, Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Christy Turlington… Bons tempos (na minha humilde opinião, rs). Rosto alongado, bochechas presentes, mas desenhadas. Sobrancelhas desenhadas. Cara de saúde!

• Meio dos anos 90: Heroin Chic.
  kate-moss

Ouvi esse termo durante anos sem perceber que o “Heroin” era de heroína – a droga. Ah, a inocência! Mas é isso mesmo. Depois de toda a saúde das supermodelos, o movimento seguinte foi o anti-saúde. Rosto fino, angular, lânguido, de expressão cansada. A era grunge. Kate Moss e Calvin Klein, os maiores representantes desta época. Sai o look mulherão e entra a menina debilitada. Também tem seu charme, mas não é a que eu prefiro. 

• Início dos anos 2000: Glamazon.

gisele-rosto

Reza a lenda que Anna Wintour estava sentada num desfile quando passou Gisele Bündchen na passarela, foi quando Anna disse “esta é a menina que vai mudar o padrão“. E ela estava certa! Gisele chegou mudando as regras. Volta a saúde, volta a beleza solar, volta a abundância, o mulherão. Foi uma época gloriosa para modelos made in Brazil no geral. Os traços alongados e mais pronunciados ganham destaque novamente. Gisele com seu nariz, bocão e cabelão mudaram tudo. Notaram que tem um padrão de “corrente x contracorrente” aqui, né? Então vocês já podem prever o que aconteceu em seguida…

• Fim dos 2000: Beleza estranha

screen-shot-2016-12-06-at-4-54-07-pm

Eu não sei se essa fase tem um nome tão cativante quanto as demais, mas “beleza estranha” define bem. E eu não falo isso de forma pejorativa. Saem as Glamazons e entram os traços diferentes e exóticos, como os de Lindsey Wixson e Lara Stone. Um resgate do grunge com Marc Jacobs e McQueen. O rosto de coração (triângulo invertido) passa a dominar e as bochechas somem. Até a Madonna mudou de face! Lembram da era Jessica Stam, Sasha Pivovarova, Gemma Ward? De certa forma isso vem ecoando até hoje com Cara Delevingne e seus rostos felinos.

• Presente e futuro: ?.

gigi-hadid-rosto

Se você quer saber meu pitaco, o panorama já começou a inverter de novo, com Gigi Hadid. Sua carinha de saúde – com bochechas e uma alma solar. Acho que está rolando um retorno do que é mais natural, em vários aspectos da moda e da beleza. O formato do rosto e a fisionomia também entram nisso… 

É muito importante que a gente entenda que existem estes ciclos por dois motivos: primeiramente e mais importante, para que isso não afete a nossa autoestima. E daí que você não tem as cavidades na bochecha do padrão vigente se isso vai mudar a qualquer momento? O segundo motivo é para que ninguém assuma algo definitivo ou drástico sem que seja algo que quer mesmo, independentemente de modismos (que, convenhamos, ninguém é imune). 

supermodelos-formato-de-rosto

Do ponto de vista da consultoria de imagem, que é a da percepção que têm nossos cérebros, o importante é apenas a proporção. Um rosto oval é o que sua biologia espera e isso pode ser simulado com pequenos ajustes no corte de cabelo, os decotes certos e até um brinco certeiro. Nada drástico ou definitivo. Só um pouco de ótica! Ainda vou escrever mais sobre isso, se isso te interessa, fique de olho aqui…

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

emmy-rossum-ralph-lauren
FICHA TÉCNICA DO LOOK :: EMMY ROSSUM
IMG_1105
10 MULHERES BOCHECHUDAS MARAVILHOSAS
FullSizeRender
14 IDÉIAS PARA USAR SOMBRA ROSA NESTE FIM DE SEMANA
beleza mudou novo look
A BELEZA MUDOU

ELEGÂNCIA E PODER NO TRABALHO COM ANNALISE KEATING

Estilo
06/12/2016

Para quem me acompanha faz tempo, não é novidade que eu tenho um pequeno vício por séries de TV. A lista está mais para um pergaminho. Em matéria de Shonda Rhymes, já vi todas as séries (embora tenha desistido de Grey’s recentemente). Minha última paixão de Shondaland é How to get away with murder, que está em sua terceira temporada e segue cativante. E algo que eu notei nesta fase do programa é que o guarda-roupa de Annalise Keating (a espetacular Viola Davis) está diferente… 

how-to-get-away-with-murder annalise Keating

Corri atrás de mais informações e bingo! A figurinista da série mudou. Quem assumiu foi Lyn Paolo, a mesma de Scandal. Que, inclusive, se inspirou em Olivia Pope de Scandal para o makeover de Annalise Keating. Dá mesmo para notar algumas semelhanças entre as duas. Eu queria fazer um post bem abrangente sobre o estilo da Viola Davis nesta temporada, mas as imagens são super escassas. Ainda assim, dá para aprender um bocado com a advogada e seu armário do trabalho

how-to-get-away-with-murder annalise Keating

A questão profissional que cerca a personagem é a vontade de se impor e de ser reconhecida. Na história, Annalise é uma mulher fortíssima, mas cheia de fragilidades também. Ainda teve um passado difícil e humilde, que ela tenta sublimar através da imagem (ela até mudou seu nome, para soar mais “elite”, lembram?). Isso pode ser um tanto equivocado, mas é o que ela considera importante. Por isso eu acredito que as palavras-chave para seu estilo são “poder” e “elegância“. De uma forma menos dramática, é algo que a maioria das mulheres pode se identificar. Na vida profissional, alguns dos desafios mais comuns das mulheres é justamente ter sua força reconhecida, além de ter uma imagem corporativa bacana… 

annalise-keating annalise Keating

Annalise equilibra essas duas coisas com louvor, sem recorrer apenas ao terninho preto. Eis algumas coisas do figurino dela que eu acho que podem inspirar muitas de nós por aí:

Alfaiataria com personalidade: nenhum mistério que alfaiataria é provavelmente o tipo de roupa que mais passa uma imagem de força. Mas Annalise não se restringe aos itens comuns. O que eu acho legal nela é justamente como a alfaiataria dos blazers sempre tem um detalhe diferente na lapela, na ombreira, nas cores… São peças clássicas, com um twist

annalise Keating

Colorido estratégico: Annalise Keating tem usado cada vez mais cores, já notaram? Além de usar cor com cor, que eu amo, algo que eu acho incrível nas suas produções são como os tons quase sempre casam com seu contraste (que é bem baixo). Ela usa sempre versões escuras das cores, que não fazem um contraponto muito grande com a pele dela. Ainda que seja um laranja, é um laranja escuro. Harmonia perfeita. Ponto para ela! 

annalise-k-htgawm

Estampas: só porque é sério não quer dizer que não pode entrar uma padronagem. Estampas em cores sóbrias (que funcionam para o tom de pele ela e para o ambiente de trabalho), em formas geométricas ou clássicas. É para usar este recurso sem medo!

Vestidos: Muita gente acha que só é roupa de trabalho se for calça. Nada disso! Tem muito vestido elegante por aí. Além de ampliar o espectro dos seus looks, funcionam com a alfaiataria lá de cima, rs. 

annalise-keating-how-to-get-away-with-murder-viola-davis

Eu queria ter mais fotos para dividir aqui (já tentei até fotografar a TV, sem sucesso). Espero que vocês assistam à How to get away with murder para entender melhor. Do contrário, já tem uma boa desculpa para começar, né? Vamos deixar Shonda ainda mais rica, rs. Eu acompanho pelo on demand do canal Sony, pelo NET NOW mas tem as primeiras temporadas no Netflix. Mas mesmo que você não veja, já dá se inspirar em Annalise assim mesmo…

Beijos,

gabi