OS LOOKS DO GRAMMY 2017

Estilo
13/02/2017

O Grammy 2017 rolou neste domingo (no mesmo dia do BAFTA, mas fui obrigada a escolher um, rs). A maior premiação da música reuniu praticamente todas as nossas divas em um mesmo espaço. Tinham uns rapazes também, mas quem liga? Beyoncé, Lady Gaga, Adele, Riri, JLo, Katy Perry, Alicia Keys… É muita inspiração boa! Então, vamos aos looks:

Grammy 2017

Abrindo os trabalhos com a vencedora da noite, Adele. Esta que, além de tudo, ama a Beyoncé a tal ponto que quase entregou o próprio prêmio. Agora eu já nem sei de quem eu gosto mais. Nossas duas rainhas. Mas voltando ao look, há quem diga que esse Givenchy não foi um bom modelito para ela. Para essas pessoas eu retruco com a técnica: Adele, mesmo “acima do peso” (e talvez aí esteja o problema para alguns, né?), tem o corpo ampulheta. Ou seja, na proporção certeira. Por isso, o vestido marcando a cintura foi uma ótima escolha. Isso sem contar o efeito alongador do monocromático e o fato de que ela aproveitou toda a extensão do tronco. Adele sabe dos paranauês. E não é que a cor ficou linda também?

A espetacular Chrissy Teigen (quem não ama essa moça?). Adorei esse modelito Roberto Cavalli, numa espécie de tricô diferente, que marca a cintura. Achei moderno, sexy, diferente e a cara dela. Mas preciso dizer que preferia o cabelo antigo…

É difícil ver Jennifer Lopez escorregando, mas acontece. Apesar do que pode parecer, ela é humana mesmo. Seu Ralph & Russo não teve um bom caimento e a cor não a valorizou, infelizmente. O cabelo arrastando também não sou fã. Pelo menos o sapato ficou uma lindeza no palco, rs.

Katy Perry matando a nossa curiosidade e revelando seu novo cabelo. Como esperado, a nova cor não fez muito por ela. Tirou o viço, deixou uma olheira que antes não havia e o brilho do olhar sumiu. Pelo menos o corte e a make estão maravilhosas! Já o look Tom Ford parece ter sido uma sabotagem da Taylor Swift (desculpe estimular a competição feminina, mas eu não resisto a essa picuinha, rs). 

Lady Gaga tem sido partidária de uns jeans com camiseta ultimamente. Para os saudosos da velha Gaga, hoje ela deu uma elaborada a mais com esta produção de Alex Ulichny. Até a plataforma vertiginosa ressurgiu. Tenho adorado ela de uns tempos para cá. 

Laverne Cox foi toda reveladora, com aberturas e correntinhas, num modelito midi de couro. Achei bem linda, minha única observação é que o desenho do corte ressalta o triângulo invertido do seu tipo físico. Um decote mais estreito ou um volume a mais no contorno do quadril e ficaria perfeita. 

Riri veio atrasada para o Grammy 2017, mas chegou chegando neste conjunto Armani Privé. Eu gosto das partes separadamente, mas não sou partidária do preto com laranja. Aliás, até as jóias me parecem estar destoando. Esse look foi montado na última hora, né? Mas é Rihanna, não tem muito como errar, rs.

Solange, numa escultura plissada e dourada da Gucci. Bem a cara dela, que nunca é tediosa. Inclusive, até gostei da sandália transparente. Nesse contexto, ficou moderno e interessante. 

Carrie Underwood num longo vermelho Elie Madi. A modelagem funcionou bem para ela e desconfio que é um bom tom de vermelho também. Nem muito vibrante, nem muito contrastante, o que fica em harmonia com a coloração dela.

Que deslumbre este Julien McDonald da Demi Lovato! Adorei o corte, a cor, o material. Se vocês me permitem alterar duas coisas, a primeira seria o jet bronze. Não precisava. Outra é o cabelo de sereia, sobretudo se você considerar que Demetria é mignon. Cabelo muito longo faz a silhueta parecer ainda mais curta. Então fica a minha sugestão por um aplique mais modesto na próxima. 

Paris Jackson deu as caras no Grammy 2017 neste belíssimo Balmain de lurex. Muito embora eu ache que esta cor não é boa para ela (que parece ter pele acinzentada e os tons quentes não costumam valorizar). Dito isso, eu adorei esse vestido!

Finalizando com nossa rainha, criadora do matriarcado, a proprietária do limoeiro, Beyoncé. No seu look de fora do palco, criado por Peter Dundas. Um singelo longo Jessica Rabbit, versão maternidade. Ainda não acredito que ela só saiu com dois troféus. Felizmente, Adele botou o mérito no seu devido lugar e eu já me sinto melhor, rs. 

O Grammy 2017 parece ter sido a edição dos decotes criativos. Mil e uma maneiras de “pagar um peitinho” (existe esta expressão no Brasil todo?). Acho que os decotes estão em alta, como um todo. Eu gosto também que quase todas foram de longo. Esse capricho é um deleite para o público. Mas eu imploro a todas as tesouras de cabelo que suspendam já esta greve… Está indo longe demais.

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

OS LOOKS DO PRÊMIO MULTISHOW 2016
COLORAÇÃO PESSOAL :: REPLICANDO A COR DO OLHO
OS LOOKS DA FESTA DA NOVA NOVELA “A LEI DO AMOR”
OS PRINCIPAIS LOOKS DO VMA 2016
  1. Bárbara Em 13/02/2017

    Vi como era o vestido da Adele na passarela e fiquei impressionada como modificaram ele pra cair melhor no corpo dela, ele tinha um peplum embaixo da cintura q foi retirado e acrescentaram as mangas longas e ficou maravilhoso nela!


    Responder

  2. Gabriela Em 13/02/2017

    Amei a Adele e a Demi Lovato! http://www.alemdolookdodia.com


    Responder

  3. Juliana Em 13/02/2017

    Gabi, queria saber sua opinião sobre a Demi que, pelo que tenho aprendido aqui, é alto contraste, ter usado essa cor meio nude.
    Obrigada! Beijo!


    Responder

  4. Priscila Em 14/02/2017

    Gabriela, amei mto esse vestido da Adele! mto mesmo!

    Vou ser madrinha de um casamento pomposo em maio e preciso de um vestido nude! Sabe me dizer onde achar bons vestidos no Rio que não custem um carro popular?! Obrigada desde ja! 🙂


    Responder

  5. Mani Em 23/02/2017

    Sobre a Demi: concordo que o cabelo não valorizou muito, mas o que mais me incomodou, no final das contas, foi esse contorno maquiado no peito… Achei marcado e desnecessário, né?

    xx,

    Mani Piñeiro
    Instagram
    Snap: @manipineiro


    Responder