ESPECIAL NOIVAS :: O MELHOR VESTIDO DE NOIVA DO SEU TIPO FÍSICO

Consultoria de Imagem
22/05/2017

Dando sequência aos posts especiais para noivas, hoje vou falar sobre um tema muito importante, o tipo físico. Uma das primeiras pautas do blog foi justamente sobre como identificar o seu tipo de corpo. Isso porque essa identificação é necessária para acompanhar outros posts por aqui. No caso do vestido de noiva, acho que a modelagem consegue ser ainda mais relevante que a coloração. Separei algumas indicações que podem ajudar na orientação da busca do melhor modelito:

  vestido de noiva

• Corpo Triângulo: Este é o corpo mais comum aqui no Brasil. Nós costumamos ter o limite do quadril maior que o dos ombros. Para quem tem esse traço, o mais importante é corrigir esta desproporção aumentando visualmente os ombros estreitos ou diminuindo o quadril.

Para a parte de cima, os melhores decotes são os horizontais, como o “ombro a ombro“, ciganinhacanoa, ou opções com detalhes nos ombros como mangas amplas ou bordados robustos. Para a saia, minha recomendação é usar saias que caiam retas sobre o quadril ou, para quem quiser algo mais sensual, preferir os modelos justos que comecem a abrir logo no começo das coxas, para evitar o efeito funil. Você pode usar um recurso ou ambos, dependendo da sua preferência e grau de compensação na silhueta.

vestido de noiva 

Corpo Triângulo Invertido: É a desproporção inversa do corpo anterior. Quem tem essas características costuma ter ombro sobrando e/ou quadril de menos no equilíbrio da silhueta. A solução é reduzir em cima e aumentar embaixo. 

Nos decotes a melhor opção de vestido de noiva são aqueles que criam linhas diagonais na direção do pescoço, como o halter, o frente única e o nadador. Apenas cuidado com decotes fechados para quem tem seios grandes (dentre as mulheres de triângulo invertido, uma parte é mais atlética e a outra costuma ter bastante peito). Existem maneiras de conciliar ambos. Já na parte de baixo o melhor é usar saias em “A” ou até bolo de noiva. O importante é criar volume.

Corpo Retângulo: as pessoas deste perfil costumam não ter muita cintura. Isso não significa que estão acima do peso. Aliás, muitas vezes são pessoas que malham bastante. Nesse caso, o importante é que o vestido de noiva crie uma ilusão de cintura, mesmo que ela quase não esteja lá. 

Uma solução interessante é usar recursos que aumentem tanto quadril quanto ombros, já que isso faria a cintura parecer menor que ambos. Nesse caso vale roubar os decotes recomendados para o perfil “triângulo” e as saias do “triângulo invertido“. Outro recurso que eu aprecio muito é o drapeado (que tem um post só sobre ele), que cria uma ilusão de diminuir a região. Outro ás na manga é o peplum que faz um volume que funciona como contraponto, fazendo a cintura parecer menor também. 

Corpo Oval: Essa silhueta tem uma demanda bastante similar à da mulher retangular, porque também precisa criar uma cintura onde falta. A diferença é que neste caso a cintura ultrapassa a linha entre o ombro e o quadril. Habitualmente é porque a pessoa está acima do peso (mas isso não é algo exclusivo deste perfil, afinal cada um engorda de um jeito).

A melhor solução nesses casos é fazer o mesmo que sugeri acima… Um pouquinho de volume nos ombros e no quadril podem ajudar a equilibrar a silhueta (Adele faz sempre – Beyoncé também, mas é por outro motivo, rs). Outro item que recomendo é o decote em “V”, que sempre ajuda a alongar ou mostrar o colo. O drapeado mais uma vez é um aliado maravilhoso. A Octavia Spencer, que é oval, sempre abusa de drapeado e fica um espetáculo. É uma referência para mim. 

Corpo Ampulheta: Esta é a silhueta mais proporcional e por isso não precisa fazer nenhuma compensação na modelagem. A cintura é desenhada e ombros e quadris são alinhados. Neste caso, o que eu faria é aproveitar que há este equilíbrio para valorizar este traço. Usaria um vestido de noiva com a cintura marcada e até desenhando o corpo. Mesmo o modelo em coluna funciona muito bem para a mulher ampulheta.

Não é que eu amo todos esses vestidos, mas eles servem apenas para ilustrar as soluções que funcionam melhor para cada tipo de corpo. Vale também lembrar que essas definições falam mais do desenho do corpo de forma genérica. Cada uma ainda deve considerar suas particularidades como, por exemplo, seios grandes, um bumbum avantajado ou um braço gordinho (todo mundo acha que tem, mas a maioria é neura, rs). Não que essas coisas sejam ruins, mas são elementos que podem ser favorecidos ou prejudicados dependendo de detalhes na modelagem.

Quem quiser saber mais sobre como estar certeira no dia do sim pode se interessar pelo novo pacote em edição limitada, o Manual da Noiva! Mais informações na aba de Portfólio e Serviços ou através do gabi@gabrielaganem.com.

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

MEU LOOK :: PREMIÈRE DE “KINGSMAN 2”
MELHORES LOOKS DO CASAMENTO DE MARINA RUY BARBOSA
“VISTA-SE PARA O TRABALHO QUE VOCÊ QUER TER”
O TAL DO “NÃO PODE”…