2017 SEGUNDO O PINTEREST

Estilo
15/12/2016

O Pinterest é sem dúvida um dos maiores termômetros de comportamento da web. Eu uso bastante, não só para salvar referências que eu gosto, mas também para pesquisa. É fonte de bastante inspiração e informação. O próprio Pinterest reconhece a ferramenta que tem e acaba de lançar um relatório com as tendências mais promissoras para 2017. Algumas de beleza e moda são bem curiosas, outras nem tão surpreendentes:

screen-shot-2016-12-15-at-3-22-50-pm

Unhas cromadas: eu estou dando um tempo do esmalte. Tenho preferido manter as unhas naturais. Mas as unhas cromadas têm seu charme. Eu gosto mais das que têm cores de metais mesmo, como prata, ouro, rosé…

screen-shot-2016-12-15-at-3-13-15-pm

Coques com tranças: penteados são sempre bem-vindos! Esses não são exatamente novos, mas são lindos. A parte boa é que o próprio Pinterest está lotado de referências bem variadas. 

 

A photo posted by Gabriela Ganem (@gabriela_ganem) on

Mangas: as já anunciadas protagonistas dos próximos meses. Espero que resistam até depois do verão! É uma das minhas tendências favoritas. Adoro essas mangas elaboradas!

microblading-2

Microblading: eu não conhecia o microblading, só sei da micropigmentação através da Mônica (que cuida da minha sobrancelha). Não sei especificamente quais são as diferenças, mas pelo que entendi ambos agem como uma tatuagem de pêlos semi-permanente. Sou super a favor! Sobrancelhas são muito importantes e acho os resultados bem bonitos e naturais, dependendo de quem faz.

pins-buttons-patches

Patches, pins e bottons: pelo visto essa história dos patches e afins veio para ficar. Com o tamanho da febre, achei que passaria rápido… Mas parece que me enganei redondamente.

screen-shot-2016-12-15-at-3-00-50-pm

Cabelos naturais: nenhuma surpresa e já estava na hora! Tenho visto e salvo cada pin maravilhoso…

lenco-no-cabelo

Lenço na cabeça: amo lenço em qualquer lugar. Na bolsa, no cabelo, o pescoço… Se você pretende comprar um para o próximo ano, lembre de coordenar com a sua coloração e contraste. 

cut-crease

Côncavo marcado: eu diria que não é exatamente “marcado”, mas sim ” bem desenhado”. Minha preferência é por looks mais esfumados, com nuances de luz e sombra. No entanto, existem versões deste tipo de make que eu gosto. Vou experimentar e ver se eu consigo usar. Ano novo, experiências novas! 

babouche

Babouches: os tradicionais sapatos marroquinos são o destaque para 2017. Acho legal que tenham escolhido algo tão confortável. Acho que esta vem sendo a linha guia de uns anos para cá. Não faz muito meu estilo e acho que faz um pé enorme, rs. Não o rejeito totalmente, apesar disso.

mom-jeans 2017

Mom jeans: os anos 90 trouxeram mais que as chokers de volta… Essas calças apelidadas de Mom Jeans (que nossas mães usavam naquela década) também ressurgiram. Eu não entendo muito o propósito, visto que eu acho essa lavagem horrorosa. Mas a moda sempre pede um resgate inusitado para movimentar a economia. Eu não pretendo contribuir com este em especial, rs.

renda 2017

Renda à mostra: adeus sutiãs de bojo (no sentido genérico, porque eu não abro mão, rs.)! Por mais eu não viva sem uma “casca de ovo” reconheço que salvei quase que exclusivamente peças de rendinha na minha pasta de lingeries. Essa moda de deixar um pedaço de renda à mostra não é nenhuma novidade ou surpresa. Mas acho bonito e que bom que continua forte ano que vem. 

Muitas dessas coisas já estão em destaque. Acho que essas referências servem para os próximos meses… E depois deve surgir mais referências. Alguma favorita para 2017?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

SARDAMANIA :: MAQUIAGEM, STENCIL E TATTOO DE SARDAS
RIO BLACK BOOK :: OS BIQUINIS DA REDLEY + AMÚ
MAKE TENDÊNCIA 2017 :: PÊSSEGO
ADEUS QUEIXO DUPLO?

USANDO O GREENERY SEM DOER OS OLHOS

Estilo
13/12/2016

Confesso que nunca botei muita fé nas tais cores do ano da Pantone. Mas depois do Marsala em 2015 e do Rose Quartz em 2016 (o azul Serenity ficou em segundo plano, vai), sou obrigada a dar um crédito para a casa. Estas cores de fato explodiram em seus respectivos anos. Ou seja, a Pantone está fazendo um bom trabalho de previsão de tendências ou já consegue nos influenciar a este ponto. E em 2017, isso pode ser algo ruim: a cor do ano, Greenery, é feia de doer. 

greenery-pantone-2


Me desculpem os fãs deste tom, mas não sei nem se há margem para a subjetividade aqui, rs. Com tanto verde bonito, foram escolher logo esse? De tão esquisito, foi quase impossível fazer imagens para este post! Minha teoria conspiratória é que esse pigmento estava encalhado nos fabricantes e alguém arrumou um jeito de desovar o estoque… O perigo é que se a história nos mostra alguma coisa, é que existe a possibilidade de que a gente passe a gostar do Greenery. A moda tem disso, né? Como proceder se isso acontecer?

giovanna-battaglia-scarf

Eu gosto de acreditar que nenhum tom é tão feio que outros tons não possam salvá-lo. Minha premissa de usar cor com cor, se aplica perfeitamente neste caso, já que o Greenery é bem coloridão. Por isso pensei em algumas combinações redentoras para a nossa cor de 2017:

• Greenery com vinho:

screen-shot-2016-12-13-at-1-47-18-am

 

Não é que ficou charmoso neste mix? O Greenery é um tom quente (ou seja, tem mais amarelo que azul na composição deste verde). Por isso tomei o cuidado de escolher um tom de vinho próximo ao Marsala, que também é quente. Esse duo funciona bem junto porque o vermelho é uma cor complementar do verde. E o vinho é um parente próximo do vermelho. 

• Greenery com azul-marinho:
screen-shot-2016-12-13-at-3-13-19-am

Não preciso vender esta ideia para vocês de novo, né? Marinho é a melhor cor do mundo. Vai com tudo, favorece todo mundo… Neutralizou este verde lindamente! Além disso, azul e verde são cores análogas, o que já contribui para uma combinação certeira.

• Greenery com marrom:

screen-shot-2016-12-13-at-3-15-10-am

Marrom e verde não é nenhum mistério. O que a natureza uniu, a gente não precisa separar. A questão que fica é: qual marrom? Já aprendemos aqui que a noção de cores não é absoluta, é relativa. Para o Greenery, o mais harmônico, a meu ver, assim como no caso do vinho, é um tom mais quente de marrom, quase caramelo. Não quer dizer que seja o único que funciona, mas eu recomendo seguir este raciocínio. 

• Greenery com verde:

screen-shot-2016-12-13-at-1-57-03-pm    
Conhece mais cores análogas ao Greenery? Outros verdes! Neste caso, vários. Lembram do colorido de uma cor só? Aqui temos mais um exemplo belíssimo de mistura numa gama só. Aliás, aproveitei este look para falar que dá para incluir o tal tom de folhagem em estampas. Assim a gente consome em doses homeopáticas antes de mergulhar de cabeça. 

Não botei verde e rosa na lista porque já fiz post completo recente sobre o combo, achei que ficaria redundante. Eu andei checando as cartelas da análise cromática e apenas 3 dos 12 perfis tem uma cor próxima do Greenery. Ou seja, as chances de isso ficar bem em você não são altas, rs. Por isso, eu teria a precaução de evitar usar perto do rosto e ficar atenta ao contraste. Se você já sabe que tem o tom de pele quente, tem mais chances de funcionar para você. O que acham do Greenery?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

TOUR DE RENNER!
ERROS E ACERTOS DO SAG AWARDS 2017
MAKE TENDÊNCIA 2017 :: PÊSSEGO
A PIOR TENDÊNCIA DE 2017

ELEGÂNCIA E PODER NO TRABALHO COM ANNALISE KEATING

Estilo
06/12/2016

Para quem me acompanha faz tempo, não é novidade que eu tenho um pequeno vício por séries de TV. A lista está mais para um pergaminho. Em matéria de Shonda Rhymes, já vi todas as séries (embora tenha desistido de Grey’s recentemente). Minha última paixão de Shondaland é How to get away with murder, que está em sua terceira temporada e segue cativante. E algo que eu notei nesta fase do programa é que o guarda-roupa de Annalise Keating (a espetacular Viola Davis) está diferente… 

how-to-get-away-with-murder annalise Keating

Corri atrás de mais informações e bingo! A figurinista da série mudou. Quem assumiu foi Lyn Paolo, a mesma de Scandal. Que, inclusive, se inspirou em Olivia Pope de Scandal para o makeover de Annalise Keating. Dá mesmo para notar algumas semelhanças entre as duas. Eu queria fazer um post bem abrangente sobre o estilo da Viola Davis nesta temporada, mas as imagens são super escassas. Ainda assim, dá para aprender um bocado com a advogada e seu armário do trabalho

how-to-get-away-with-murder annalise Keating

A questão profissional que cerca a personagem é a vontade de se impor e de ser reconhecida. Na história, Annalise é uma mulher fortíssima, mas cheia de fragilidades também. Ainda teve um passado difícil e humilde, que ela tenta sublimar através da imagem (ela até mudou seu nome, para soar mais “elite”, lembram?). Isso pode ser um tanto equivocado, mas é o que ela considera importante. Por isso eu acredito que as palavras-chave para seu estilo são “poder” e “elegância“. De uma forma menos dramática, é algo que a maioria das mulheres pode se identificar. Na vida profissional, alguns dos desafios mais comuns das mulheres é justamente ter sua força reconhecida, além de ter uma imagem corporativa bacana… 

annalise-keating annalise Keating

Annalise equilibra essas duas coisas com louvor, sem recorrer apenas ao terninho preto. Eis algumas coisas do figurino dela que eu acho que podem inspirar muitas de nós por aí:

Alfaiataria com personalidade: nenhum mistério que alfaiataria é provavelmente o tipo de roupa que mais passa uma imagem de força. Mas Annalise não se restringe aos itens comuns. O que eu acho legal nela é justamente como a alfaiataria dos blazers sempre tem um detalhe diferente na lapela, na ombreira, nas cores… São peças clássicas, com um twist

annalise Keating

Colorido estratégico: Annalise Keating tem usado cada vez mais cores, já notaram? Além de usar cor com cor, que eu amo, algo que eu acho incrível nas suas produções são como os tons quase sempre casam com seu contraste (que é bem baixo). Ela usa sempre versões escuras das cores, que não fazem um contraponto muito grande com a pele dela. Ainda que seja um laranja, é um laranja escuro. Harmonia perfeita. Ponto para ela! 

annalise-k-htgawm

Estampas: só porque é sério não quer dizer que não pode entrar uma padronagem. Estampas em cores sóbrias (que funcionam para o tom de pele ela e para o ambiente de trabalho), em formas geométricas ou clássicas. É para usar este recurso sem medo!

Vestidos: Muita gente acha que só é roupa de trabalho se for calça. Nada disso! Tem muito vestido elegante por aí. Além de ampliar o espectro dos seus looks, funcionam com a alfaiataria lá de cima, rs. 

annalise-keating-how-to-get-away-with-murder-viola-davis

Eu queria ter mais fotos para dividir aqui (já tentei até fotografar a TV, sem sucesso). Espero que vocês assistam à How to get away with murder para entender melhor. Do contrário, já tem uma boa desculpa para começar, né? Vamos deixar Shonda ainda mais rica, rs. Eu acompanho pelo on demand do canal Sony, pelo NET NOW mas tem as primeiras temporadas no Netflix. Mas mesmo que você não veja, já dá se inspirar em Annalise assim mesmo…

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

OS MELHORES LOOKS DO OSCAR