OS MELHORES LOOKS DO OSCAR

Estilo
27/02/2017

Rolou agora pouco a mais famosa premiação do cinema, o Oscar 2017. Nossas atrizes favoritas escolheram seus melhores looks para o evento e seu tapete vermelho. Fiz um apanhado dos modelitos que eu acredito que deram mais certo, do ponto de vista técnico e de resultado final, para a gente aprender com elas. Afinal, são várias pessoas trabalhando para que cada uma esteja impecável numa festa deste porte, mas isso não quer dizer que a gente não possa aprender alguns trunfos com elas:

Abrindo com nossa rainha, Viola Davis, que enfim ganhou seu Oscar. Viola tem seguido uma estratégia constante nas últimas premiações: vestidos de cores sólidas e saturadas. Nas últimas vezes eu quis muito dar o selinho de aprovação para ela, mas o contraste não estava bom. As cores muito vivas ofuscavam a fisionomia dela, apesar de gostar dos vestidos por si só. Hoje Viola escolheu um Armani Privé vermelho que, se for como na foto (aliás, a luz das fotos estavam péssimas hoje, talvez alguma dificuldade com o backdrop), me parece bom! Mas melhor do que a cor é o corte impecável e belíssimo. Olha esse caimento! Escultural!

Falando em escultura, Chrissy Teigen escolheu um Zuhair Murad selado a vácuo, segundo ela mesma. Gostei muito das pseudo-capas que a deixaram com um ar de deusa. Apesar de Chrissy ser triângulo invertido e esse vestido ter bastante volume nos ombros, esse recorte central ajudou a equilibrar de certa forma. E ainda colaborou na cor também!

 

Não amo este estilo do Ralph & Russo de Hailee Steinfeld, acho muito romântico. Mas eu gosto da maneira como ela montou a produção, compensando um estilo suave com outro mais pesado na maquiagem e cabelo. Este tipo de contraponto é o que eu gosto de ver e acho que dá para aprender com ela.

Naomie Harris de Calvin Klein. Num primeiro momento, rejeitei este look da Naomie. Achei pouco para quem poderia ganhar estatueta no Oscar. Mas agora já gosto do resultado, moderno e inusitado. Sem contar que vestiu muito bem!

Janelle Monae é uma mulher que gosta de impressionar e não economiza na ousadia. Por isso eu acho que esta produção funcionou para ela! Mesmo sabendo que esse volume de saia de seu Elie Saab acaba deixando uma pessoa mignon como ela ainda menor, ainda acho harmonioso. É da personalidade dela. Além disso, o decote alto e o detalhe na cabeça acabam contribuindo no eixo oposto, rs. 

Eu não lembrava de Jessica Biel ser tão moderninha, mas eu amei essa produção arriscada prateada e dourada! Adorei a sobreposição do vestido KaufmanFranco com o colar mais exótico que a Tiffany já criou. O cabelo é meio esquisito, mas vou fingir que não vi. Ainda assim gosto do acabamento super polido. 

Kirsten Dunst tem um estilo bem particular, sempre com uma pitada gótica suave. Apesar de não gostar muito desse comprimento no tornozelo de seu Dior, que tira centímetros preciosos, aprecio bastante o efeito que o volume na saia e no busto criaram na cintura. Além disso, se fosse até o chão, ficaria muito normalzinho para Kirsten. E ela fez um bom trabalho compensando o preto do vestido com a maquiagem.

Eu não sou particularmente fã deste look Armani Privé de Nicole Kidman, mas ela vai ganhar pontos pela evolução. A moça com o menor contraste do mundo, enfim conseguiu fazer seu rosto se destacar. Mesmo que ela tenha recorrido a um batom vibrante, dá para ver o azul do olho dela daqui.

Ruth Negga e um Valentino vermelho, como manda a tradição do querido estilista que batiza meu gato. Este não é um corte que funciona para todo mundo, mas caiu lindamente para ela. Normalmente o “combinandinho” costuma ser mais careta, mas ela escolheu fazer disso um statement: vermelho na tiara, no batom, nos brincos… Só que num tom mais fechado. Adorei a proposta e é algo que eu faria.

Oscar

Se eu pudesse escolher um vestido para mim, seria este Alberta Ferretti de Taraji P. Henson. Eu sei, é tão simples! Mas o corte, o veludo, o azul da meia-noite… Eu amei! Ficou sexy e extravagante, como a personalidade dela. Casamento perfeito.

OSCAR

Emma Stone! Nossa melhor atriz do ano. Vou abrir uma coisa para vocês: não consigo decifrar a coloração da Emma de jeito nenhum, rs. Sempre mudo de palpite e ninguém na internet chega num consenso. Mas gostaria de elogiar a harmonia de cores no styling. O vestido, o sapato, com o tom de pele, com o cabelo e até com o tom de vermelho do batom. Tudo em tons quentes. E o vestido Givenchy é um deslumbre! Certeira para ganhar sua estatueta! 

Este é apenas um apanhado selecionado, mas para quem quer ver todos os looks, recomendo a cobertura do Fashionismo! Só senti falta de fotos de Amy Adams e Meryl Streep no tapete vermelho do Oscar. Sem contar a gravidíssima Natalie Portman que não foi. Mas gostei dos looks em geral. E vocês, têm algum favorito?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

ELEGÂNCIA E PODER NO TRABALHO COM ANNALISE KEATING

VOCÊ PRECISA MESMO DE TANTA MALA?

Consultoria de Imagem
25/02/2017

Ontem publiquei uma foto Instagram mostrando a mala que montei para uma cliente. Algumas pessoas se surpreenderam com o tamanho e o volume compacto da bagagem. Me ocorreu que nessa semana muitas pessoas vão viajar para o carnaval e que eu poderia dar algumas dicas úteis para otimizar as dimensões da mala.

 

A post shared by Gabriela Ganem (@gabriela_ganem) on

Esta mala é para uma viagem de cinco dias para um lugar frio. Além do que vocês estão vendo, tem mais duas peças de couro num compartimento separado, uma bota, cosméticos. E só. O resto vai no corpo e um casaco na mala de mão. Desta forma conseguimos colocar uma mala pequena dentro da outra para sobrar espaço na volta. Eu juro: não vai faltar roupa! Como você pode fazer isso? Três dicas:

Palavra-chave, planejamento: Pense nos looks com antecedência. Some os compromissos você vai ter durante a viagem e enumere a quantidade produções que você vai precisar. Se possível, experimente e fotografe no seu celular. 

 mala
Peças polivalentes: o importante não é quantas peças você leva mas quantos looks elas valem. Com peças versáteis e um pouco de criatividade dá para fazer várias combinações e em programas variados. Use os acessórios e a maquiagem para ajudar nesta mudança de proposta. A menos que você vá se sujar bastante, você não precisa de dez blusas para 5 dias, rs. Vou fazer uma observação especial para os sapatos, porque eles ocupam muito espaço, não são flexíveis como as roupas… Então escolha com sabedoria. Leve poucos e úteis para diversas ocasiões!


Ordem na bagagem: Cada um tem seu método para armazenar as peças e existe mais de uma maneira de fazer a mala. Há quem goste delas esticadas, há quem prefira o rolinho. O que eu tenho feito é aplicar as dobras da Marie Kondo (no Youtube tem vários vídeos, procurem por “Marie Kondo folding”). Nem sei se ela própria faz mala desta forma, mas eu acho eficaz. Assim você vê tudo o que tem de cima, logo que abre. Além disso, se você encaixar tudo direitinho, evita que elas se desloquem no trajeto. 

Estas são apenas algumas estratégias. Acho que vale ficar atenta, sobretudo agora, que as companhias aéreas vão começar a cobrar pelas bagagens, rs. Sem contar que sobra espaço para trazer outras coisinhas na volta. Espero que essas dicas ajudem vocês no feriado! Bom carnaval a todas!

Beijos,

gabi

PROGRAMAS DE TRANFORMAÇÃO X CONSULTORIA DE IMAGEM

Comportamento
22/02/2017

Não vou mentir para vocês, eu amo todos os programas de transformação da TV. What Not to Wear, Mude o meu Look, Troca de Estilos… Meu primeiro contato com a Consultoria de Imagem foi com Trinny e Susannah no Esquadrão da Moda britânico do finado canal People + Arts. Lembram? Acho que eu tinha uns 12 anos. Uso alguns aprendizados e expressões delas até hoje. Elas dominavam tanto o assunto e tinham uma abordagem hilária! 

Consultoria de imagem x programas de transformação

Saudades dessas loucas

Apesar de adorar os programas de transformação, eles são versões extremamente diferentes da Consultoria de Imagem da vida real. A começar por uma palavrinha mágica: motivação. Para a pessoa assumir esse compromisso com a mudança, ela tem que, acima de tudo, querer mudar ou aprimorar alguma coisa. Se ela não tem vontade ou até mesmo curiosidade de se ver de outra forma, qual a chance disso dar certo? Existem sim episódios com casos de pessoas que simplesmente desistiram de si ou que usam a roupa como um escudo anti-pessoas e que precisam de ajuda. Para mim, esses são os melhores episódios e eu invariavelmente choro em todos. Nesses casos, os programas de transformação estão realmente prestando um ótimo serviço. 

Mas existem também casos em que a pessoa está feliz consigo mesma e é persuadida a participar do processo sem ter muita vontade. E também aquelas que saem insatisfeitas. Isso porque esses programas quase sempre negligenciam a outra palavrinha-chave: personalidade. É indiscutível, a pessoa sempre sai melhor do que entrou. Isso porque o processo cuida muito bem de um aspecto importante da Consultoria de Imagem, a adequação. Geralmente são mulheres beirando os 70 anos se vestindo como se tivessem 17, ou profissionais indo trabalhar de moletom velho mastigado pelo cachorro ou moças vestindo roupas 7 tamanhos maior do que elas. Na maioria das vezes o problema é mesmo adequação. Só que isso não quer dizer que todo mundo queira um resultado pré-moldado

Consultoria de imagem x programas de transformação

Só muda o endereço e o tom azul do vestido drapeado (eu sei, eu sei, drapeado é tudo de bom). 

Isso sem contar a falta de tato. Esses dias estava assistindo a um episódio de Mude o meu Look e fiquei arrasada com a maneira como a participante foi tratada pelas próprias amigas. A tristeza era palpável. Imagine a pessoa mais doce, ouvindo das melhores amigas que “não aguentavam mais a humilhação de andar perto dela”. Eu entendo que existem situações bem constrangedoras, mas vamos com calma… E gostaria de acrescentar que as amigas não eram essa Coca-cola toda não (estava louca para tirar isso do peito, rs). Nem lembro como a moça ficou no final das contas, mas a crueldade me marcou.  

A melhor parte da Consultoria de Imagem é justamente a quantidade de análises e customizações que ela oferece. Tudo é contabilizado e moldado para as preferências e demandas da cliente. E isso inclui a personalidade, a rotina e gosto pessoal. Aliás, o maior desafio, pelo menos eu acho, é justamente não deixar o meu gosto interferir. Claro que é impossível ficar 100% isento mas eu me esforço ao máximo para chegar em 99%, rs. Até escrevendo aqui eu busco sempre esclarecer o que é minha opinião e o que é técnica, para não impor nada meu a ninguém. 

E claro, o processo não pode ser traumático. Pelo contrário. Eu prefiro que seja uma indulgência que a pessoa se permite. Como os chocolates que eu me dou com uma certa frequência. Tem que ser minimamente prazeroso. Há que se ter empatia – e também ser firme ao mesmo tempo. Pode até ser que a pessoa me odeie um pouquinho na etapa de descarte. Eu entendo, rs. Mas minha meta é que ela volte a gostar de mim até o final e ainda mais de si mesma. Se conhecendo melhor e se reconhecendo do outro lado do espelho.

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

O CÃO É O MELHOR AMIGO DO HOMEM. O DRAPEADO, O DA MULHER
O CORTE DE CABELO QUE MUDOU A MINHA VIDA – E A SUA
BRITNEY SPEARS E A SUPERAÇÃO DO TRIÂNGULO INVERTIDO
3 MAKES QUE ACERTARAM EM CHEIO NA COLORAÇÃO PESSOAL