CUIDADO COM A LIQUIDAÇÃO!

Estilo
04/07/2017

É chegada a hora de liquidação. As lojas já começaram a reduzir seus preços e a anunciar promoções desta temporada. Ouso dizer que os descontos estão mais fartos e sedutores que o habitual. Um dos efeitos da crise, certamente. Mas o que poderia ser visto como algo vantajoso, também pode te levar a cair em cilada…

  

Vocês sabem que eu sempre prego o consumo comedido, sem exageros e essencialmente estratégico… Salvo aqueles casos de amor absoluto, rs. O problema durante a liquidação é que o preço relativamente baixo pode fazer a gente arremessar a racionalidade pela janela. Principalmente quando se depara com um “de R$599,00 por 159,00“. Mas não é porque o preço baixou que a peça se torna melhor para você, né?

A liquidação pode ser sim maravilhosa. Eu mesma pretendo aproveitar o momento e adquirir umas peças para mim – inclusive, procura-se blusas! Este eterno dilema da falta de blusas… Mas voltando ao assunto, tomando alguns cuidados, dá para evitar ciladas e se dar muito bem com os descontos e promoções desta ocasião. E isso é importante porque mais vale uma roupa de 200,00 que você vai usar do que uma de 100,00 encalhada, certo?

Está em bom estado? Liquidação é mesmo maravilhoso. Mas não podemos esquecer que estamos lidando com as sobras. E isso não é problema… Mas pode haver um bom motivo para que isso tenha acontecido com elas. Ontem eu tentei pegar uma blusa para uma cliente e absolutamente todas estavam manchadas de maquiagem. Fiquem atentas!

Se você não tivesse visto o quanto ela custava antes, ainda acharia o preço bom? Esse lance de “De … Por…” É feito para nos balançar! Pondere se ela vale mesmo o quanto custa agora. 

Tenha um orçamento. Liquidação pode render ótimas oportunidades, até demais. Tenha um limite em mente e você vai priorizar com mais clareza. 

Experimentou? Eu tenho uma amiga louca que nunca experimenta as peças na loja. #IndiretaDireta. Mas na liquidação muitas vezes as trocas não são permitidas. Além disso, dificilmente o dígito das peças é o mesmo. Ou seja, a cada troca que você faz acaba gastando um pouco mais para completar o crédito. Evite isso!

Está no tamanho certo? “Eu ajusto na costureira depois” é uma frase dita por muitas, mas raramente cumprida. Uma bainha, ok. Até a loja pode fazer isso por você. Mas mudar a roupa de tamanho pode ser mais complicado. Sem contar que costureiras são uma espécie em extinção, né? Existe cada vez menos, infelizmente.

Pelo lado bom, vale aproveitar os descontos da liquidação para ir a lojas diferentes do que você costuma ir. Com os preços mais baixos, talvez algumas lojas mais caras ou sofisticadas entrem no seu patamar de preços e assim você pode buscar algo potencialmente (ênfase em “potencialmente”, não é sempre o caso) melhor e de mais qualidade. Ou até peças mais elaboradas, como um bom blazer, uma blusa de seda, um tricô natural, uma jaqueta de couro, um acessório exuberante… Mas só compre se for mesmo uma boa compra – vale acessar este post também, para mais dicas importantes. 

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

O PODER TRANSFORMADOR DA TERCEIRA PEÇA + SAPATO
CORES QUENTES X CORES FRIAS
XODÓ :: CLUTCH DE PALHA
COMBO CROMÁTICO :: BEGE + BATOM PINK

XODÓ :: CLUTCH DE PALHA

Estilo
30/06/2017

Existem alguns itens que, independentemente da moda ou tendência, eu sigo amando por anos, estação após estação. Uma delas é a clutch de palha. Taí um item que eu adoro desde sempre e sigo usando há muitos verões (e invernos, no Rio, por que não?). Inclusive, tenho mais de uma. De memória, acredito que eu tenho – e uso – pelo menos três, mas é possível que tenha mais… Isso sem contar as que eu empresto para as amigas ou irmãs e esqueço. #indireta

Clutch de palha styling consultoria de imagem

A palha não é sempre um material muito valorizado… Muita gente acha que é algo que deveria ser restrito à piscina ou praia. Mas eu discordo. Apesar de ser algo relativamente banal, eu acho um bocado sofisticado. Isso porque é natural. E tudo que é natural já ganha uns pontos comigo. Pense seda, couro, algodão, linho e a palha entra nesta categoria para mim. 

Clutch de palha styling consultoria de imagem Clutch de palha styling consultoria de imagemClutch de palha styling consultoria de imagemClutch de palha styling consultoria de imagemClutch de palha styling consultoria de imagem

Outro ponto legal da clutch de palha é que ela é extremamente versátil e pode ser bem barata! Já ganhei até de souvenir – lindíssima por sinal (não é sempre, né? rs). Eu uso carteiras assim durante o dia, claro, para jantar ou até para um casamento. Não vejo acessório melhor para casórios diurnos ou em cenários alternativos, como praia ou fazenda. Por isso eu acredito que uma clutch de palha constitui uma boa compra.  Montei umas produções para ilustrar já que não achei muitas fotos de looks:

Clutch de palha styling consultoria de imagem

Usei a mesma bolsa só para mostrar o quão versátil uma clutch de palha pode ser. Vai do almoço à festa com muita graça e eficácia. Eu citei refeições duas vezes como exemplo, porque se a bolsa não tem alça eu prefiro usar quando eu sei que vou ficar sentada, rs. Sei que não é exatamente o momento mais propício e farto para se comprar um item de palha, já que acabamos de entrar no inverno, mas montei uma vitrine para quem se interessar:

Shop the post

Muitas lindezas tentadoras! Mas eu já tenho mais que o suficiente, então vou me conter, rs. E vocês, o que acham da clutch de palha? Lembrando que, apesar de eu achar uma ótima aquisição, é importante considerar sempre seu estilo pessoal e onde você mora também, rs. Eu sou carioca e moro no Rio, uma carteira de palha tem muito mais utilidade aqui do que em Londres, por exemplo. Então considerem isso antes de investir numa peça. Compras conscientes sempre!

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

COMBO CROMÁTICO :: AZUL E CÁQUI
O PODER TRANSFORMADOR DA TERCEIRA PEÇA + SAPATO
CUIDADO COM A LIQUIDAÇÃO!
COMBO CROMÁTICO :: BEGE + BATOM PINK

LIQUIDAÇÃO :: LEIA ANTES DE COMPRAR

Consultoria de Imagem
03/01/2017

O ano começou e é de praxe que a liquidação se inicie por agora. Promoção é muito bom mas, como diria o poeta, pode ser uma “faca de dois legumes” (Assassinas, Mamonas. 1995) . Por um lado uma boa oportunidade para abastecer o armário, por outro um perigo para as finanças. E começar o ano se endividando ou entulhando o armário não é a melhor resolução, rs. Por isso, é importante encarar a liquidação com uma racionalidade virginiana. O que considerar na hora da compra?

liquidação

Custo x uso: A primeira crença sabotadora a abolir é o “tá barato”. Preço baixo não é suficiente para efetivar uma compra. Repita este mantra 100 vezes antes de entrar no shopping. Porque a tentação está lá, te esperando, toda sedutora. O melhor critério é o custo por uso. Mais vale um shortinho de 100,00 reais que você vai usar 100 vezes do que um de 30,00 que você vai usar 3 vezes. Escolha com sabedoria.

etiqueta-de-composicao

Composição e manutenção: Leia sempre a etiqueta de composição. Cuidado para não comprar gato por lebre, poliéster por seda, acrílico por lã. Todo mundo já caiu nessa alguma vez… E isso vale para qualquer loja, inclusive as mais sofisticadas. Uma lida na etiqueta já vai te dizer se o preço corresponde mesmo ao material. Vale dar uma olhada na parte da “manutenção” da peça também. Se tiver que lavar a seco a cada vez que usar, não está realmente barata, certo?

Contenha impulsos: Tome um cafezinho, dê uma volta.. Pondere bastante e, se for uma boa compra, vá em frente. 

 lista-de-compras

Lista de compras: Não saia de casa sem uma lista de compras. Priorize o que está faltando antes de consumir a verba com supérfluos. Pense em longo prazo, para usar o ano todo (ou a vida toda). Mas não precisa ser super rígida também… Não encontrou a calça social da lista mas se encantou por um vestido na liquidação? Leve sem culpa. Quem nunca saiu para compra pasta de dente e voltou com um leite condensado (ou seria só eu)? Sem neura. 

Cuidado com espelhos: Espelhos podem ser criaturas traiçoeiras. [Eu estou falando com você, espelho da Zara do Shopping Leblon!] Todas nós já passamos por aquela situação “na loja parecia tão bom!”. Mas tem muito ambiente projetado para dar um upgrade na realidade. Na dúvida, não leve. 

 calculadora

Estabeleça um orçamento: Não precisa ser de precisão cirúrgica, mas uma margem de gastos prévia para te orientar. E não esqueça de somar conforme compra. É fácil perder a conta, rs.  

É a sua cara mesmo?: Tendências estão aí para dar uma sacudida no nosso armário, mas também podem nos confundir um bocado. Estamos expostas à muitas referências e não é só porque achamos bonito que vamos querer usar. Eu acho tênis branco bem legal, apesar disso eu sei que nunca usaria, por exemplo. Então cuidado para não desperdiçar com algo que no fundo você não quer. 

Claro que estas são apenas recomendações para o período de liquidação (ou não)… Compras devem ser divertidas, sempre. Mas lembrem que acertar em cheio é uma satisfação de longo prazo, rs. Em tempos de crise é sempre bom otimizar o orçamento!

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

CUIDADO COM A LIQUIDAÇÃO!
XODÓ :: CLUTCH DE PALHA
TEM CARA DE CARO?