QUÃO IMPORTANTE É A MAQUIAGEM PARA O SEU CONTRASTE?

Sem categoria
06/06/2017

Eu não sou dessas pessoas que prega que maquiagem é item obrigatório. De forma nenhuma. Cada um é livre para escolher e eu mesma não uso maquiagem todos os dias. Mas a gente sabe que faz uma grande diferença na vida profissional – e salário, rs. Por isso eu acho válido usar essa ferramenta, pelo menos quando for vantajoso, rs. Para algumas pessoas pode ser ainda mais crucial do que para outras, dependendo do contraste

Para pessoas como eu, branquelas e de cabelo escuro, por exemplo, se a sobrancelha e os cílios não tiverem a mesma presença, os traços podem ficar apagados. No visual geral, o cabelo pode acabar ofuscando o rosto. Nesse caso é possível que exista um descompasso no contraste. Já aconteceu de eu sugerir a algumas clientes um ajuste sutil na cor do cabelo (uma possibilidade). Mas para quem não gosta de se aventurar em tintura, a melhor solução ainda é um lápis e rímel. 

Não falo maquiagem de pele completa, olho e boca. Falo apenas em relação ao contraste. Realçar a linha dos cílios e da sobrancelha mudam completamente a expressão. Aprendi isso até na aula de desenho da faculdade, rs. Com esses traços marcados, o olhar e a fisionomia têm muito mais vida. E isso serve para qualquer nível de contraste, mas é ainda mais relevante para as mulheres de alto-contraste. 

Maquiagem contraste gabriela ganem Consultoria de imagem analise cromatica

Sutileza que vai longe

Se eu fosse passar apenas 3 produtos antes de sair de casa, eles seriam um pó na pele, um rímel e uma sombra na sobrancelha. O quarto seria um batom, mas esse não vem ao caso. Por isso eu não hesitei (mentira, tive medo um tempão, mas eu sempre quis) em fazer a micropigmentação na sobrancelha. Esse vai ganhar post ainda, mas quem fez a minha foi a Mônica Pias (tel: 21 99871-3950). Graças ao pigmento, fico com os traços mais presentes em meio ao cabelo, rs. 

Voltando à coloração, para quem tem alto contraste, mas nem tão alto assim na sobrancelha e cílios, a maquiagem pode ser bem determinante. Claro que é possível ficar meio abatida em qualquer contraste, acontece. Mas quando há essa discrepância entre o cabelo e os demais pêlos, a chance é maior, rs. Por isso, essa pitada de make pode fazer muita diferença. 

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

TENDÊNCIA :: O GLOSS E VOCÊ
A SUA CARTELA DE CORES PODE MUDAR?
3 LOOKS DO CRITICS’ CHOICE AWARDS 2018
SABRINA SATO :: AZUL OU DOURADA?

O BATOM VERMELHO DE CADA CONTRASTE

Beleza
12/04/2017

É uma realidade triste: mas nem todas as cartelas da análise cromática têm a cor vermelha. Isso significa que nem todas serão valorizadas pelo clássico dos clássicos. De 12 cartelas, umas 3 não têm nenhum tom da cor. Mas as pesquisas acerca da percepção do batom vermelho só indicam benefícios. O departamento de R&D da Chanel concluiu numa pesquisa que lábios rubros são um indicativo de juventude/vitalidade (sobrancelhas marcadas também, caso alguém queira saber, rs). Uma outra pesquisa com garçonetes apontou que as moças de batom vermelho ganhavam mais gorjetas – e era só com esta cor, o rosa não mudou nada. 

Então como proceder para achar seu batom vermelho ideal? Mesmo que você não tenha essa cor na cartela? Minha recomendação é se orientar pelos contrastes. Observando a harmonia entre o tom de pele, cabelo, olhos e sobrancelhas, dá para chegar numa receita de sucesso, ainda que aproximada. Saber se seu tom de pele é quente, frio ou neutro também ajuda, mas isso vai um pouco além do que podemos saber sem uma análise cromática, rs. Usando o contraste como referência, eis algumas ideias do que eu faria:

Sugestão: De Propósito – Maybelline

Alto contraste: Batom vermelho vivo ou em tons escuros, bem distantes do tom da pele. Quanto mais diferença com a pele, melhor. Eu sou Alto contraste e o batom que eu mais uso ultimamente é o De Propósito, da Maybelline, de fundo neutro (acredito eu). Olha como uma cor bem saturada fica bem para quem tem essas características.

 

Sugestão: Ruby Woo – MAC

Médio-Alto Contraste: Eu gosto de dizer que o Contraste é como o ponto da carne. Existe um meio-termo. Para quem está entre o médio e o alto, um tom vivo, apenas mais fechado como o Ruby Woo da MAC, por exemplo é uma boa pedida. Mas vale lembrar que ele tem uma pitada mais fria no pigmento. Se você sabe que é quente, encontre um equivalente mais puxado para o laranja que para o rosa.

batom vermelho

Sugestão: Jeanne – Nars

Médio Contraste: nesta etapa, gostaria de lembrar que contraste é relativo. A Kim já teve vários, ao mudar mais que um camaleão. Então se oriente por esta foto. Além disso, existem vários tipos de médio contraste. Alguém mais branca que a Kim, com o cabelo também mais claro, pode ter a mesma característica. Pense numa Emma Watson, por exemplo. Por isso, o batom vermelho é relativo também. Para a Kim, um como o Jeanne da Nars, que faz um contraponto com a pele dela, mas não muito alto. Se fosse a Emma Watson, o batom teria que ser mais claro também. 

Sugestão: Vermelhou – Quem disse Berenice?

Médio-Baixo Contraste: A própria Zendaya muda bastante, mas alguém com tom de pele bem próximo ao do cabelo e afins, fica por ali, entre o médio e o baixo contraste. O batom vermelho dela segue a mesma lógica, algo próximo do tom de pele. Ou seja, algum como o Vermelhou da Quem Disse Berenice?, que não é nem muito escuro, nem muito vibrante

batom vermelho

Sugestão: Cereja Intenso – Avon

Baixo Contraste (branca): Esse é o mais difícil para mim. Isso porque o vermelho sempre vai acabar destoando de alguém como a Amanda Seyfried. Mas minha sugestão é encontrar algo o menos vibrante possível, sem ser escuro. Algo como o Cereja Intenso da Avon. Eu nunca vi esse batom ao vivo, infelizmente. Pelas resenhas na web, era o que mais se encaixava na minha pesquisa. Mas vale procurar algo assim como na foto.

 

Sugestão: Leo- Kylie Cosmetics

Baixo contraste (negra): Lupita sempre me salva da escassez de fotos de meninas negras no Pinterest (ou talvez eu nunca tenha descoberto como procurar). No caso de mulheres de baixo contraste que são negras, a lógica se inverte um pouco. Os batons de tons mais fechados são os melhores, porque se aproximam mais do tom de pele. Mas nada vibrante, como no caso anterior. O Leo da Kylie Cosmetics me parece uma boa opção.

Sei que estou devendo um  post mais abrangente sobre contrastes, mas acredito que esse já dá uma boa noção nas explicações. Claro que, no caso de uma análise cromática, os contrastes são informações complementares. Ou seja, é importante conciliar ambos. Até porque, duas pessoas bem diferentes podem ter uma mesma cartela – porque o que conta para a análise é a pele. O resto a gente ajusta em função dela. Por ora, para quem nunca fez análise cromática, os contrastes já vão ajudar bastante!

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

3 LOOKS DO CRITICS’ CHOICE AWARDS 2018
LEIA ANTES DE PLATINAR SEU CABELO
MARINHO É A COR MAIS NEUTRA
OS 10 BATONS DA MAC MAIS VENDIDOS – E A SUA COLORAÇÃO

O MELHOR BATOM DO MUNDO

Beleza
16/03/2017

Eu sei, sou hiperbólica. Mas neste caso, pode não ser exagero nenhum. O melhor batom do mundo para mim não é o mais bonito, nem o mais duradouro e sim aquele que funciona para mais pessoas. No caso, o mais versátil. Se o critério é esse, na minha visão, não existe melhor batom do que o batom vinho. “Como assim Gabi? Eu nem uso cor tão forte!” – E será que é forte mesmo?

batom vinho consultoria de imagem

Calma, porque eu trago argumentos, rs. O vinho pode ser sim um batom escuro. Mas ele não é exatamente uma cor forte. Isso porque ele não é vibrante. Quando digo vibrante, falo de cores vivas, como seria um laranja, um pink ou um vermelhão. É o equivalente do azul-marinho para a maquiagem. Uma cor praticamente neutra!

batom vinho

Claro que existem tons e tons de vinho – e também um mundo de acabamentos. Cintilante, cremoso, metálico, opaco… Isso conta e faz diferença. Mas falando genericamente, não existe batom melhor. A explicação está naquela boa e velha noção que orienta nossas vidas como um sábio oráculo cromático, o contraste! Para o alto contraste, como eu, o batom vinho faz um grande contraste por ser escuro, o que funciona. Para quem tem médio contraste, o vinho não destoa tanto quanto no meu caso, então também fica harmonioso. E para negras de baixo contraste, a cor não faz contraste. Ou seja, muita gente saindo feliz aí!

Eu sei, ficou faltando as loiras de baixo contraste. Mas espera, que também tem para elas. Apesar de se tratar de uma cor escura, o vinho é algo que eu sinto que pode funcionar bem para mulheres assim também. Isso porque, na maioria das vezes, é melhor uma cor como o vinho, do que uma cor muito vibrante, como a versão mais próxima, que seria o vermelho. Ofusca menos e complementa mais. Falando relativamente, eu costumo recomendar mais o vinho do que o vermelho para esses perfis. 

Faça Acontecer – Maybelline | Diva – MAC | Vinho – Natura

Por fim, acho que mais um fator de sucesso do vinho é que ele é um intermediário entre cores frias e quentes. Mais um pouco de azul e vira um tom de uva… Mais um pouco de amarelo e vira um marsala. Ou seja, uma cor equilibrada. Isso sem contar a questão subjetiva, de toda a sua sofisticação. Vinho é tão elegante! Eu separei alguns dos que mais gosto e que mais uso aí em cima, caso alguém queira sugestões (porém já aviso que são todos matte, rs). Claro que tem todo um arco-íris de tons de vinho. Mas procure um que você goste e aproveite toda a sua versatilidade até o fim do tubo…

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

TENDÊNCIA :: O GLOSS E VOCÊ
3 LOOKS DO CRITICS’ CHOICE AWARDS 2018
LEIA ANTES DE PLATINAR SEU CABELO
MARINHO É A COR MAIS NEUTRA