6 ÊXITOS DO MET GALA E O QUE APRENDER COM ELES

Consultoria de Imagem
03/05/2017

Mais um red carpet notório acontecendo pelo globo e desta vez não foi qualquer um: nada menos que o Baile do MET. Para quem não ainda não conhece, o MET Gala é o baile beneficente anual do Costume Institute e que abre a temporada de exibição de moda no museu em Nova York. Vocês provavelmente já viram a cobertura completa em outros sites (recomendo a do Fashionismo) ou no instagram. Nossa missão aqui é apenas aprender com os acertos das convidadas e seus vestidos mágicos. Não é tanto sobre gosto pessoal, mas uma mera análise funcionalista, rs. Vamos aos melhores neste quesito:

Met Gala

Abrindo com Blake Lively de Versace. Já tinha comentado esse sucesso no instagram. Não é sobre achar bonito ou não… É sobre esta obra da engenharia! Notem que as linhas e bordados do vestido direcionam o olhar para onde é vantagem. A modelagem amplia suavemente o quadril e ombros, deixando a cintura bem definida e o corpo totalmente ampulheta. Até os braços foram alongados. Isso sem contar que a cor dourada é perfeita para a coloração e contraste baixo da Blake. A cereja no bolo é o brinco com azul fazendo a simetria com as plumas.

Adriana Lima foi relativamente simples para um MET Gala que homenageava Rei Kawakubo, estilista da bem inusitada Comme des Garçons. Mas vai dizer que não está um colosso neste Alberta Ferreti? E olha que normalmente eu nem gosto tanto de frente única tão cavada, rs. Ficou longilínea com o V do decote e da fenda. O preto, ao contrário do que muitos acreditam, não é uma cor universal. Eu não sei se está na cartela dela, mas em matéria de contraste, a escolha foi certeira. O preto complementa os traços dela ao invés de ofuscá-la. 

Zac Posen não tem a devida apreciação que merece. Ele é um dos meus favoritos a cada vez e nesta não foi diferente. Um escultor! Vai dizer que esse modelito da Katie Holmes não é um espetáculo? Aposto que se você visse esse corpo sem cabeça nunca chutaria que era ela, rs. Ficou uma sereia. E novamente temos as linhas do vestido te dizendo para onde olhar. Notam um triângulo na costura da barriga? Eu sempre prefiro quando esse tipo de desenho aponta para cima. Quando aponta para baixo muitas vezes acaba criando um efeito “pochete” ali no “panceps”. Do jeito que está deixou a cintura bem definida. A costura valorizou até o busto. E a cor é no contraste perfeito para ela, que está alto contraste. 

Zendaya tem meu respeito em muitos âmbitos da vida. O fashion é apenas um deles. Quantas pessoas segurariam um laranjão e amarelo como o deste Dolce & Gabbana? E vai dizer que não complementou com perfeição a coloração dela? Vale observar que ela escolheu um tom de cabelo certeiro para o vestido (o dela original é outro). Você não precisa fazer isso quando tiver uma festa, mas ela é sempre camaleoa no quesito cabelo. E o fechamento com o batom laranja me deixa até emocionada. Impecável!

Outra pessoa que me agrada com frequência: Emmy Rossum. Você talvez nem a tenha notado na cobertura do MET. Isso porque seu Carolina Herrera indefectível tenha se tornado um tanto discreto diante da concorrência, rs. Ainda assim, tem sua exuberância, numa vertente mais clássica. Preto e branco é para contrastes bem altos como o da Emmy – que selou o look com um batonzão vermelho. Certeiro e lindo! Amei.

Eu tenho uma forte desconfiança de que a cartela de Cara Delevigne tem muitos cinzas. Talvez por isso o prata do seu Chanel caia tão bem para ela. Cara raspou a cabeça para um papel e inovou maquiando a careca. Achei bárbaro e o MET Gala permite uma cabeça metalizada. A modelagem é linda, deixando o corpo bem ampulheta e o sapato prateado deixou um pernão comprido. Quando a silhueta é ampulheta, um cinto é uma boa pedida, porque cria um ponto focal no lugar certo. Sobre isso, vale ler este post  sobre cintos, mais completo.  

Uma observação: Por que eu não coloquei Gisele na lista do MET Gala? Por um motivo muito simples: só deu certo porque é ela. [Já sinto as pedras vindo na minha direção, rs]. A verdade é que a modelagem deixou o corpo dela um tanto desproporcional de frente, com ombros grandes e quadril estreito. Outra coisa que me incomodou: a cor. Senti que a deixou meio amarela – pode ter sido a maquiagem ou algum autobronzeador. Ficou linda? Um espanto? Sim! É a Gisele! Mas eu não teria como tirar algum aprendizado desta escolha, por isso ficou de fora…

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

O PODER TRANSFORMADOR DA TERCEIRA PEÇA + SAPATO
CORES QUENTES X CORES FRIAS
CUIDADO COM A LIQUIDAÇÃO!
COMBO CROMÁTICO :: BEGE + BATOM PINK

OS LOOKS DO GLAMOUR WOMEN OF THE YEAR 2016

Estilo
15/11/2016

Rolou ontem em Los Angeles a premiação anual da revista Glamour que elege as mulheres de maior destaque no ano. Apesar de terem inexplicavelmente escolhido Bono Vox como a “mulher de 2016”, o evento de gala é bem bacana e importante. Além disso, também é muito prestigiado por mulheres que amamos, todas muito bem arrumadas para o tapete vermelho do Glamour Women of the Year 2016:

O ícone do ano, Gwen Stefani, caprichou na produção! Escolheu uma nuvem de tecidos esvoaçantes da Marchesa. Apesar de amar tudo da marca, não curti muito esse vestido. Acho que rolou uma desproporção grande entre a parte de cima e a da saia. Eu teria escolhido outro…

img_5045

Mais um caso de estilista que amo, mas que não deu certo: Demi Lovato de Zac Posen. Amo os vestidos-escultura do Zac Posen, mas esse parece meio torto. Além disso, achei essa cor ruim para ela. Tanto modelo bonito criado por ele…

Nota dez para Simone Biles! Ela é super mignon, mas escolheu um vestido perfeito: o corte diagonal, a faixa lateral preta, o decote alto… Tudo isso alonga a silhueta. Sem contar que o decote estreito ajuda a diminuir os ombros para ela que é triângulo invertido. Bingo! 

Outro grande acerto foi Lena Dunham! Antes de mais nada, achei tanto o vestido, quanto os sapatos, lindos! A cor da estampa é um deslumbre. Além disso, a modelagem é ótima. Mesmo com este comprimento no meio da perna, o vestido caiu bem porque tem o decote alto que alonga, tem um cinto na cor da roupa que acintura, sem chamar atenção para a região e sem dividir o tronco. Como se fosse uma coluna só. Certeiro! 

img_5049

Zendaya escolheu um Reem Acra, hum, exótico. Estava tudo bem até esta manga de flores. Espero que seja algum tipo de protesto… Do contrário, não entendo. Acho que vocês vão concordar comigo, rs. Dito isso, adoro esta menina – e sua sandália.

img_5052

Falando em exótico, também não entendi este modelito da Amber Heard. É da estilista Alessandra Rich (que não conhecia até aqui, mas parece ser uma especialista em renda). De qualquer forma, fiquei feliz de ver Amber num evento como o Glamour Women of the Year. Acho que essa moça não teve o apoio necessário – ainda mais agora com o Johnny Depp ganhando papel em “Animais Fantásticos“… Pelo menos vai interpretar um vilão, rs.  

Jenna Dewan já me encantou esta semana de Marchesa. Agora é a minha favorita do Glamour Women of the Year 2016! Amei a cor, o corte, o caimento – mesmo com o cinto esquisito. Achei lindo e fora da caixa. 

Glamour women of the year

Cara Delevigne e Elie Saab. Não tem como errar! Vestiu como uma luva e eu acho que traduz a personalidade dela direitinho. Perfeito!

Gosto deste vestido da Caitlyn Jenner, mas acho que teria ficado melhor com um decote como o da Simone Biles. Este da foto aumenta a desproporção dos ombros para o quadril. 

Lembram da Ashley Graham? Sempre poderosa! Acho que se esse macacão fosse um vestido teria ficado melhor. Isso porque calça tipo pantalona é meio cruel com o nosso físico. Senti que ela ficou achatada. Mas o que eu mudaria mesmo é esse decote de janelinha. Pessoalmente, não gosto muito quando desse buraquinho destacando um bumbum de seios. Nunca uso por conta disso, rs. Mas não dá para dizer que ela não está gata, né?

img_5060

Chanel Iman é uma escultura neste KaufmanFranco de escamas prata. Que caimento! Amei.

img_5061

Freida Pinto escolheu um modelito que “fatia” toda o corpo dela. Isso é algo bem comum, que muita gente faz e que acaba achatando a silhueta. Mas ao contrário da Lena Dunham, que explorou a verticalidade, as faixas da renda e do paetês a deixaram mais “curta”. Vocês também têm esta sensação?

Achei bacana que todas capricharam bastante para a ocasião – e que ainda nos forneceram bastante material para falar sobre looks de festa e a silhueta. Sem contar que estavam todas lindas, independentemente do vestido. Bem que poderia rolar um evento como o Glamour Women of the Year aqui, né? 

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

ESPECIAL NOIVAS :: O MELHOR VESTIDO DE NOIVA DO SEU TIPO FÍSICO
6 ÊXITOS DO MET GALA E O QUE APRENDER COM ELES
AMFAR 2017 :: ANÁLISE DOS LOOKS
TENDÊNCIA :: A SAIA PLISSADA E O TIPO FÍSICO

GUCCI DEU UMA FESTA E CHAMOU AS AMIGAS

Estilo
31/10/2016

Infelizmente, eu não pude comparecer ao evento, mas agradeci ao convite, rs. Rolou neste fim de semana em Los Angeles o Gala do LACMA Art + Film e a Gucci é um dos seus patrocinadores. Excelente oportunidade para ligar para as amigas e chamá-las para um tapete vermelho praticamente exclusivo da marca no museu:

Gucci

Rosie Huntington-Whiteley, esta obra de arte, poderia mesmo estar em um museu, rs. Escolheu um vestido meio camisola, meio baile de formatura dos anos 80, com um cinturão de tigre. Adorei o resultado! Gosto desta coisa meio kitsch, principalmente para ela, que costuma ser mais sóbria. Vestiu com perfeição.

screen-shot-2016-10-31-at-1-55-08-pm

Brie Larson também foi nos babados – tendência master das próximas estações que já falei aqui. Não sou particularmente fã deste look por dois motivos: primeiramente, a cor. Acho este tom de azul um pouco tóxico, cai bem em pouca gente. O outro motivo é o sapato. Quando a meia-pata tem meio-palmo, acho que só cabe num vestido que a camufle melhor. Eu entendo que muita gente ama e que é muito confortável, mas a meia-pata não é muito elegante (me perdoa gente). Num evento de gala, acho que esse modelo fica melhor escondido num longo ou calca sem abertura. 

screen-shot-2016-10-31-at-1-58-25-pm

Gwyneth Paltrow botou as pernocas para jogo e deixou o destaque do vestido para os ombros. Achei o vestido muito bonito, com este contraponto entre o exagero e a sobriedade. E os acessórios estavam na medida. Ótima escolha o sapato metalizado!

screen-shot-2016-10-31-at-1-51-36-pm

Alessandra Ambrósio optou por um longo esvoaçante lilás, com bordados bucólicos. Não amo este vestido, mas gostei do drapeado e do styling com cabelo mais moderninho, fazendo o contraste de estilos. Acho orelha de fora muito cool, rs. Observem nas moças de cima também.

screen-shot-2016-10-31-at-2-03-41-pm

Zoe Saldana, por que não levou o marido? Amo o casal! Quanto ao look, adoro que ela botou um batom vermelho com o look rosa. Acho que faz um clash interessante! Não sei se foi a postura na foto, mas achei que faltaram alguns ajustes no seu Gucci. Tirando isso, gosto deste vestido maluco com parte da fauna.

screen-shot-2016-10-31-at-2-10-51-pm

Courtney Love nem esperou a festa começar para se divertir, rs. Acho que isso explica os amassados e as manchas. Mas é isso aí, o importante é viver! Amo esta cor e o destaque em preto. O decotão caiu com perfeição na modelagem mais sóbria. Os babados com plissados são sublimes!

screen-shot-2016-10-31-at-2-06-49-pm

Salma Hayek tem um corpo um pouco difícil de vestir. Isso porque ela é bem mignon e tem um busto bem grande. Achei sábia a escolha do modelo corpetado, que tenta equilibrar o volume nos ombros e quadril, enquanto valoriza a cinturinha. Só estranhei um pouco esta faixa nude no peito. Acabou ficando destacada. Teria sido melhor de o forro fosse no tronco todo.

screen-shot-2016-10-31-at-2-05-55-pm

Demi Moore e sua banheira de formol, que a faz ter a mesma cara eternamente. Encarou uma produção de princesa, com direito a manga bufante e sapato de boneca. Até cabelo extra longo (que faz a minha tesoura imaginária coçar) rolou! Achei muito bonita e diferente, apesar de ligeiramente infantil.

Gostei do conjunto do evento! Acho que a vantagem de ter quase uma marca só no tapete vermelho o deixa mais variado e colorido. A Gucci é certamente uma das marcas de maior destaque hoje e apesar de eu não ser tão adepta desta abordagem mais lúdica, estou gostando do que vejo por aí…

 

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

6 ÊXITOS DO MET GALA E O QUE APRENDER COM ELES
AMFAR 2017 :: ANÁLISE DOS LOOKS
ERROS E ACERTOS DO SAG AWARDS 2017
ANÁLISE DOS MELHORES DO GOLDEN GLOBES