MEU CORTE DE CABELO DE 58,00 REAIS

Beleza, Rio Black Book
29/03/2017

Desde que eu cortei o cabelo “curto” pela primeira vez eu já soube que eu jamais voltaria a ter cabelão. Apesar de ter um tipo de cabelo muito almejado pela maioria, o look princesa não tem nada a ver comigo. Quando passei a tesoura pela primeira vez, me encontrei. Eu olhava para a foto do dia anterior, com fios enormes e não me reconhecia. Parece loucura, mas foi assim mesmo, rs. O único problema é que meu cabelo cresce muito rápido e eu raramente consigo acompanhar a demanda de corte. Recentemente me irritei com o tamanho e voltei ao salão para mais uma tesourada – generosa:

corte cabelo desconectado gabriela ganem

Desta vez não me orientei tanto pela moda, mas mais pela minha vontade mesmo. Estava querendo algo meio anos 60, só que atualizado. Algo com bastante volume e a personalidade da época, mas com um contexto 2017. Me inspirei um pouco na Sophia Loren. Um outra referência que eu vi há alguns anos e fiquei obcecada, era o cabelo da Megan Draper (Jessica Parré) em alguns episódios sixties de Mad Men:

Zou Bisou Bisou!

A técnica usada no meu corte é um tal de “desconectado“. Desculpem o déficit no vocabulário técnico, mas eu não faço ideia do que isso quer dizer. Só sei que saem uns pedaços enormes de cabelo e até eu que sou desapegada tremi um pouco na cadeira. O resultado do corte me deixou bem satisfeita, porque consegui um bom volume e meu cabelo ondulado deu uma bela enrolada – a coisa que eu mais gosto nele. Claro que eu jamais chegaria numa coisa Sophia Loren sem pelo menos um frasco de laquê. Mas para um cabelo de todo dia, fiquei muito feliz. O que prova que nem sempre a moda sabe o que você quer, rs. 

corte cabelo desconectado gabriela ganem

No entanto, a melhor parte de todo o processo é… o preço. Cortei num salão de bairro, no fundo de uma galeria do Jardim Botânico. Um lugar que eu já frequento há um tempo, de forma bem irregular. Mas esse salão tem um ativo maravilhoso: a minha cabeleireira, Chris. Eu nem sei o sobrenome da Chris. Ou se a grafia é Cris. O que eu posso dizer para vocês é que essa moça é a rainha do repicado, desfiado e afins. E corta muito rápido! rs. 

Ficamos acostumadas a achar que todo profissional bom é caro e tem renome e sobrenome. Não posso nem questionar isso, já que todos os profissionais célebres que passaram pelo meu cabelo foram mesmo maravilhosos e merecem o alarde. Mas também tem gente boa escondida nos salões de bairro, que tem bastante mérito. Então, se você quer um corte bem repicado (ou etc.) bom, bonito e barato, o que eu posso te dizer é que essa moça sempre acerta comigo – por R$58,00

Chris – Exuberant Coiffeur
R. Maria Angélica, 171 – Lagoa/Jardim Botânico
(21) 2246-4470
Não tem site.

E se você tem um cabeleireiro bacana no seu bairro, faço o convite para que você o recomende aqui nos comentários. 

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

O CORTE DE CABELO QUE MUDOU A MINHA VIDA – E A SUA
TENDÊNCIA :: O NOVO CORTE RETO
YOO2, O NOVO HOTEL BOUTIQUE DO RIO
COMIDINHAS :: MIAMOR ATELIER E O SEU PÃO DE MEL