Estava ontem passeando pelo Pinterest quando me deparei com um look que ganhou meu coração. Era da Emmy Rossum, mas poderia ter sido meu, se o destino tivesse colaborado. Eu sei que já é praticamente e termicamente verão por aqui, mas vamos tirar uns minutos para apreciar a beleza e a genialidade desta produção de inverno?

emmy-rossum-ralph-lauren emmy rossum

Se eu pudesse – e o clima de brasa quente carioca permitisse – eu sairia com um look equestre todos os dias. É meu estilo favorito, sem dúvida. Nada faz eu me sentir mais eu mesma do que uma bota de montaria, ainda que eu só consiga usar por 3 meses no ano. A produção da Emmy Rossum é toda Ralph Lauren, para a inauguração da nova loja de Beverly Hills. Ralph Lauren é uma marca que não tem o mesmo glamour de uma Gucci ou Chanel, mas é uma das que eu mais gosto. A vantagem é que tem uma abordagem mais tangível, como a deste look. 

Mas não escolhi mostrar este modelito aqui apenas por conta da minha preferência pessoal. Meu coração palpitou por dois motivos quando vi a foto: além do estilo equestre, esta roupa é perfeita do ponto de vista da consultoria. Proporção e coloração 100% no ponto! Fico até comovida de ver algo tão certeiro, rs.

emmy-rossum-look-ralph-lauren

A começar pela bota de cano alto na mesma cor da calça. Bravo! Amo este efeito, que deixa pernas bem longilíneas. O sucesso continua no blazer de corte indefectível, com um pequeno volume nos ombros e no quadril, mas com a cintura marcada. Deixa a silhueta dela bem ampulheta. E o comprimento do blazer também é na medida: quando a calça é coladinha assim e sem fechos, eu prefiro que a parte de cima cubra a região conhecida como “capô de fusca” (eita nomenclatura infeliz, rs). 

Na parte da coloração, o azul-marinho é uma cor universal. Para o contraste dela ainda melhor! O bege da blusa pode não ser tão perfeito assim, mas é compensado pelo marinho, pela maquiagem de olho marcado e pelo cabelo escuro solto perto do rosto. Sempre que eu vou usar uma blusa nude ou bege, eu solto o cabelo para proteger o rosto do abatimento, rs. Emmy cuidou de tudo! Vou guardar esta referência para o inverno… Muito embora eu já tenha usado parecido algumas vezes.

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

  1. Gabriela Lopes

    23 nov 2016 às 16h51

    Quero o look todo para mim!!!

    Responder
  2. Mírian Nara

    24 nov 2016 às 1h23

    Gabi, estou adorando seu novo blog!
    Tenha muita vontade de fazer análise cromática, mas moro no Paraná! Avise quando vir p essas bandas!! Rs!!
    Quando vc diz que o azul marinho é uma cor universal é porque ele combina com todos tons de pele e contrastes??
    Grande abraço e sucesso!!!

    Responder
  3. Emanuela

    9 dez 2016 às 14h05

    Gabi,
    pode trocar “capô de fusca” por “monte de vênus” que é a versão oficial 🙂

    Responder
  4. Pingback: UMA AULA SOBRE PRETO NO CRITIC'S CHOICE AWARDS