QUÃO IMPORTANTE É A MAQUIAGEM PARA O SEU CONTRASTE?

Sem categoria
06/06/2017

Eu não sou dessas pessoas que prega que maquiagem é item obrigatório. De forma nenhuma. Cada um é livre para escolher e eu mesma não uso maquiagem todos os dias. Mas a gente sabe que faz uma grande diferença na vida profissional – e salário, rs. Por isso eu acho válido usar essa ferramenta, pelo menos quando for vantajoso, rs. Para algumas pessoas pode ser ainda mais crucial do que para outras, dependendo do contraste

Para pessoas como eu, branquelas e de cabelo escuro, por exemplo, se a sobrancelha e os cílios não tiverem a mesma presença, os traços podem ficar apagados. No visual geral, o cabelo pode acabar ofuscando o rosto. Nesse caso é possível que exista um descompasso no contraste. Já aconteceu de eu sugerir a algumas clientes um ajuste sutil na cor do cabelo (uma possibilidade). Mas para quem não gosta de se aventurar em tintura, a melhor solução ainda é um lápis e rímel. 

Não falo maquiagem de pele completa, olho e boca. Falo apenas em relação ao contraste. Realçar a linha dos cílios e da sobrancelha mudam completamente a expressão. Aprendi isso até na aula de desenho da faculdade, rs. Com esses traços marcados, o olhar e a fisionomia têm muito mais vida. E isso serve para qualquer nível de contraste, mas é ainda mais relevante para as mulheres de alto-contraste. 

Maquiagem contraste gabriela ganem Consultoria de imagem analise cromatica

Sutileza que vai longe

Se eu fosse passar apenas 3 produtos antes de sair de casa, eles seriam um pó na pele, um rímel e uma sombra na sobrancelha. O quarto seria um batom, mas esse não vem ao caso. Por isso eu não hesitei (mentira, tive medo um tempão, mas eu sempre quis) em fazer a micropigmentação na sobrancelha. Esse vai ganhar post ainda, mas quem fez a minha foi a Mônica Pias (tel: 21 99871-3950). Graças ao pigmento, fico com os traços mais presentes em meio ao cabelo, rs. 

Voltando à coloração, para quem tem alto contraste, mas nem tão alto assim na sobrancelha e cílios, a maquiagem pode ser bem determinante. Claro que é possível ficar meio abatida em qualquer contraste, acontece. Mas quando há essa discrepância entre o cabelo e os demais pêlos, a chance é maior, rs. Por isso, essa pitada de make pode fazer muita diferença. 

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

KATE MIDDLETON E A CRISE DO VESTIDO
TENDÊNCIA :: O GLOSS E VOCÊ
A SUA CARTELA DE CORES PODE MUDAR?
3 LOOKS DO CRITICS’ CHOICE AWARDS 2018
  1. Gabriela Em 06/06/2017

    E para quem tem médio contraste? http://www.alemdolookdodia.com


    Responder

  2. Thami Sgalbiero Em 06/06/2017

    Acho que eu tenho baixo contraste. Não quero me aventurar nas tintas, porque meu cabelo é virgem ainda. Porém sempre passo rímel. Agora nem tanto, porque percebi umas quedas de cílios e resolvi ir alternando pra não usar todos os dias.


    Responder

  3. Railine Em 07/06/2017

    OLá! adoro seus posts! você poderia falar sobre pele oliva? acho que sou dessa categoria, e não consigo achar uma base com tom certo nunca! sempre parece laranja… bjs, valeu!


    Responder

  4. Manuella Em 09/06/2017

    Eu sou alto contraste como você e tingi minha sobrancelha de henna bem sutil esses tempos e recebi muitos elogios, deve ser por essa questão que você nos explicou tão bem! Ah, mas eu tenho uma cisma em corrigir a sobrancelha sem passar uma base pelo menos, não sei porque… Aí acabo não fazendo nenhum dos dois! Kkkk Bjs <3


    Responder

  5. Daniele Em 17/12/2017

    Deve ser por isso que eu acho que tenho cara de doente o tempo inteiro, tenho pele clara e meu cabelo é quase preto, sobrancelhas médias e cílios ralos (claro q a olheira tb me deixa horrível). Sou inverno profundo, contraste entre médio e médio-alto. Se não maquio fico zumbi, se maquiar um pouco mais fico parecendo bruxa!


    Responder

  6. Daniele Em 07/01/2018

    Meu cabelo é quase preto mas não sou branquela nem morena, um tipo N3, mas meus cílios são ralos e a sobrancelha média, me acho abatida sempre, se carrego um pouco mais na maquiagem sinto bruxa! Kkk


    Responder