AS 3 BOLSAS DA MINHA VIDA

Estilo
27/01/2018

No começo do mês eu falei sobre como seria meu armário se eu só tivesse 3 sapatos (ou 4, ou 5…). Hoje me ocorreu que posso fazer o mesmo com bolsas. Não só três modelos de bolsa aleatórias mas aquelas dentre as minhas que eu não viveria sem hoje. Quais bolsas eu levaria para uma ilha deserta, supondo que esta tal ilha nem tão deserta tenha vida social? São elas:

Clutch tortoise :: Uma das melhores compras da minha vida. Essa clutch é vintage. Comprei na feira do Lavradio, no centro do Rio. Na época, a moda vintage era febre e eu fui lá com uma verba qualquer que gastei todinha, rs. Adquiri muitas coisas, umas legais e outras grandes furadas. Mas essa clutch é minha fiel escudeira. Uso para todos os casamentos, porque fica linda com tudo. Ainda levo para alguns jantares ou outras ocasiões mais alinhadas. E olha que eu tenho muitas clutches (foi uma fase meio compulsiva, minhas amigas agradecem e usufruem do acervo). Mas essa é aquela que eu quase nunca empresto. Meu xodó! Além disso, tem um espelho enorme dentro, rs. 

[Acabo de perceber que não sei onde está este vestido]

Bolsa tiracolo verde :: Se você já viu qualquer look meu por aqui, certamente já cruzou com a minha verdinha. Ela é da Manufact, feita com couro de peixe e tem aquele formato da Chanel que todo mundo faz. Cabe toda a minha vida: celular, bateria extra, carteira, chave, mil brincos perdidos no fundo, uns três batons que eu não lembrava onde estavam e uns sachês de sal da última vez que eu fui ao cinema. Comporta tudo! O que eu mais gosto nela é que sempre dá uma diferenciada nas produções. Uso mais que todas. Outro plus são as ferragens. A corrente é robusta. Faz estrondo quando coloco na mesa. Isso dá muita cara de cara para ela. 

Bolsa Speedy 40 :: Alguns diriam que o charme desta Louis Vuitton ficou na modinha de 2010. Pois eu digo que nunca tive bolsa tão leal. Ela aguenta todas as porradas (boto no chão, uso como mala…) e nem se abala. Comprei quando morei em Londres e arrisquei no tamanho. Essa é a 40, gigante em comparação às habituais, mas era essa que eu queria. O vendedor disse que era a primeira vez que ele endossava a grandona para uma mulher – que, no caso, é grandona por sua vez. Usei todo dia enquanto morei lá. Colocava garrafa, pashmina, luva, gorro, material da aula, guarda-chuva e mais coisas para umas três encarnações de Gabriela. Ela nunca reclamou ou deu sinal de cansaço. É minha malinha para viagens curtas. Muito generosa. Pode vir modinha e sair modinha, meu amor não muda. Sem contar que já, já é tendência de novo, rs.

Essas não são necessariamente as que eu mais uso, até porque tenho muito mais demanda para bolsa tiracolo do que para uma clutch, né? Mas se eu fosse viajar para um lugar desconhecido e só pudesse levar 3 bolsas, com certeza seriam essas. Muita gente vai estranhar o fato de não haver uma bolsa preta. Eu canso de dizer isso: ninguém precisa de bolsa preta. Você pode gostar e ter quantas você quiser (num limite saudável). No entanto, não existe esta obrigação. Não é sequer a cor mais versátil! E para quem duvida sobre o quão multifacetada pode ser uma bolsa verde, basta observar meus looks postados aqui. A verdinha e eu temos um relacionamento estável, rs. E vocês? Quais seriam as três bolsas da sua ilha deserta (não-deserta)?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

COLOR WHEEL :: COMBINANDO CORES
ONCINHA É NEUTRO?
MIX DE ESTAMPAS CORRIDAS + ESTAMPAS LOCALIZADAS
COMBO CROMÁTICO :: AZUL E CÁQUI
  1. Gabriela Lopes Em 28/01/2018

    LV Speedy é a vida!
    Adquiri uma no ano passado e não largo, também levo para todo lugar e uso como mala de mão em viagens.
    Acho um ótimo investimento, pois é uma bolsa menos cara que as demais, cabe tudo e aguenta firme o dia-a-dia.


    Responder

  2. Tata Em 28/01/2018

    Quando li o título só consegui pensar em uma bolsa minha: LV speedy!
    Uso muito a minha e apesar de ser o tamanho 35 também cabe muita coisa.


    Responder

  3. Amanda Em 29/01/2018

    Também não tenho nenhuma bolsa preta. Não faz nenhuma falta. Outras cores ficam menos óbvias e enriquecem e sofisticam muito mais o look, além de bolsa preta as vezes não ser a que mais combina com uma cidade solar como o Rio de Janeiro.


    Responder

  4. Marcia Em 29/01/2018

    Gabi, as minhas top 3 são uma tote de couro, uma bolsa de palha e uma tote de linho estampado. Ficou faltando uma pequenininha mais arrumadinha no meu top, mas estas 3 são pau pra toda obra. Beijo


    Responder