COMO É SUA RISCA DO CABELO?

Beleza
30/01/2018

Dentre os pedidos de posts que eu recebo, uma boa parte é perguntando sobre questões em torno do formato de rosto. Se vocês observarem, não falo muito sobre isso no blog. Não é que eu não tenha interesse ou qualquer coisa assim… Mas para formato de rosto sinto que o diagnóstico é mais complexo (o que não quer dizer difícil). No tipo físico são apenas 5 variantes, supondo que a pessoa não tenha mais de uma demanda de proporção. Já no rosto, são 9 formatos! As chances de um post levar alguém a fazer besteira são bem maiores. Isso sem contar que todo mundo sempre acha que tem rosto redondo, rs. Por isso, tenho cautela extra. Mas recentemente vi um post do Refinery29 sobre a risca do cabelo que achei que dava para compartilhar:

Antes | Depois

Eles chamaram um cabeleireiro para mudar a risca do cabelo de algumas mulheres e não muito mais que isso. Quem é minha cliente já deve ter recebido no manual alguma informação sobre isso, ou uma sugestão de penteado. Muitas vezes comento sobre a risca do cabelo. Neste caso, ele considerou alguns fatores mais cabeleireirísticos (#neologismo), como os redemoinhos e sentido do crescimento. Ainda assim, eu diria que acertou bem no quesito proporção de boa parte delas…

Antes | Depois 

Antes | Depois 

Antes | Depois 

Eu achei todas essas transformações bem-sucedidas. As mulheres ficaram mais sofisticadas e com mais harmonia, não acham? E isso foi só mudando a risca do cabelo de lugar. Eu mesma tenho total consciência de que sou outra pessoa dependendo de como uso o cabelo. Observem que diferença brutal:

SOCORRO. Melhora um pouco se botar uma parte atrás da orelha, rs.

Jogadão (e só fica assim para esse lado)

Boa moça (que eu adoro)

Se eu usasse meu cabelo repartido ao meio, apesar de eu ter o rosto oval (que é proporção ideal), sinto que ele fica muito achatado em cima. Isso porque meu fio é liso na raíz e ondulado na ponta. Por isso eu busco sempre jogar ele para o lado e até manter sem risca do cabelo visível. Ou, alternativamente, faço o cabelo que eu chamo de “boa moça“. Até fiz um videozinho no Instagram mostrando como eu faço. Ninguém deu muita bola para ele porque parece um tutorial bobo. Mas a intenção era justamente falar sobre a mudança no visual, com tão pouca intervenção!

 

A post shared by Gabriela Ganem (@gabriela.ganem) on

Eu não sei se conseguiria resumir todas as recomendações em algum post um dia. Minha sugestão é que vocês vejam esses exemplos acima e simplesmente experimentem sair da rotina e fazer umas tentativas diferentes com a risca do cabelo. Saiam um dia com uma versão diferente e observem as reações (incluindo a sua própria). Pode ser que vocês mudem de penteado… O que acham?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

CABELOS BRANCOS :: QUANDO É A HORA?
UMA BREVE ANÁLISE DO VESTIDO DE NOIVA DE MEGHAN MARKLE
OS MEHORES LOOKS DO MET GALA 2018 SEGUNDO EU MESMA
5 DECOTES PARA ROSTO REDONDO ILUSTRADOS POR OLIVIA PALERMO
  1. Kaa Em 30/01/2018

    Desde a adolescência gosto do meu cabelo pro lado, porque ao meio eu parecia uma dos hansons kkk
    Depois descobri que faltava só depilar as sobrancelhas e passar batom, mas a risca lateral continuou.


    Responder

  2. Daniele Em 06/02/2018

    Muito interessante! Gostei mais do seu jogadão. Quando eu tinha cabelo longo (agora to pixie) jogava pro lado pra equilibrar meu rosto q e meio desigual, mas usava uma risca diagonal pra equilibrar a quantidade de cabelo de cada lado (pq tenho cabelo volumoso).


    Responder