06/01/2018

Eu confesso que não sou grande adepta de maquiagens coloridas. Pelo menos nas sombras… No batom eu tomo mais liberdades, claro. Mas pelo menos nos olhos eu tenho mais limitações. Geralmente fico nos terrosos, metalizados, enfim, os mais clássicos. Se partir para uma cor, vai ser algo como o marinho, vinho e outros mais discretos. Mas já pensou em usar uma sombra oliva?

Volta e meia proponho essa ideia para as clientes de determinadas cartelas e elas sempre ficam bem surpresas e meio resistentes. Assim que eu mostro algumas fotos de referência, a opinião fica mais a favor. Acho que a ideia de uma sombra verde assusta mesmo… Mas acho que o Oliva é o equivalente verde do marinho. É bem elegante e versátil. Observe:

  

Amei!

       

A maioria dos looks acaba envolvendo a sombra oliva com tons de marrom. Acho que é o reflexo mais natural. Alguns misturam ainda um pretinho ou delineado. Há quem misture dois tons de verde. Já eu gosto mais com um pouco de bordeaux, nem que seja no batom. Em matéria de acabamento, meus favoritos são os looks com efeito meio metalizado. Assim fica algo como uma variação de “ouro velho“. Os opacos não são totalmente ruins, mas eu prefiro com alguma cintilância para esse efeito meio metálico. 

Para quem tem ainda mais medo de cor na maquiagem do que eu, vale dar uma chance para o oliva no delineado. Margeando o preto, sozinho ou até com glitter. Em matéria de cor de adequação à cor dos olhos, vai depender do tom de pele da pessoa. Mas, sendo genérica, acho que funciona bem para olhos castanhos, amarelados ou mesmo verdes puxados para o amarelo. Olhos azuis não ficam ruins, mas acho que tem mais chance do oliva funcionar em pessoas com inclinação mais quente. O que acham de sombra oliva? Gostam? Têm alguma cor para indicar?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

30/11/2017

As loiras se divertem mais? Não sei… Mas também sei que não pretendo descobrir. O que vocês levam em consideração antes de uma transformação capilar? A tendência, um artista, ser aventureira, seu trabalho? Nada de errado com nenhuma dessas motivações. Ainda assim, eu acho que ao lado do diabinho da tinta, deveria ter um anjinho da coloração pessoal. Afinal, ninguém é igual a ninguém – felizmente – e não é porque platinar funcionou para a Marilyn que vai funcionar em mim, certo? Imagina se eu seguisse as transformações da Beyoncé…

Diante da nova onda de platinadas célebres, sinto que é hora para levantar a bandeira da cautela. Até porque, é um processo chato, delicado e que pode destruir seu cabelo, além da sua coloração pessoal. Então, permitam-me jogar um balde de água fria antes de alguém se jogar no blondor. Minha intenção não é desencorajar ninguém, mas sim propor uma reflexão mais embasada. Se depois disso você ainda quiser platinar seu cabelo, se joga!   

Sophie Charlotte Platinar cabelo platinado 

Why Charlotte?

Sophie Charlotte Platinar cabelo platinado Analise Cromatica

Why? (Sou dramática, ok?)

Vamos aos dois últimos exemplos que me trouxeram a este post: Selena Gomez e Sophie Charlotte. Ambas deram uma bela (ou nem tão bela assim) clareada nas madeixas. Selena na semana passada e Sophie até um pouco antes, mas na surdina, para um papel, até que surgiu ontem no tapete vermelho do Brazil Foundation. Vamos combinar? Não valorizou. Nenhuma das duas. Eu não tenho como dizer com certeza quais são as cartelas de cada uma. Mas numa coisa eu posso ser categórica: o contraste. Eu, por exemplo, tenho a opção de platinar na minha cartela, por incrível que pareça. A minha característica predominante é o tom de pele frio e poucas coisas são tão frias quanto um cabelo assim. Mas isso quer dizer que eu vou fazer? Não.

Bebe Rexha

…E muito provavelmente nunca. Isso porque eu tenho apego ao meu contraste. Eu tenho olho castanho bem escuro, cílios pretos, sobrancelha de graúna. Ficaria muito difícil coordenar algo assim com platinado. Foi o que aconteceu com a cantora Bebe Rexha – nome que jamais saberei pronunciar. Há meses eu vejo os clipes e me pergunto se a transformação era mesmo necessária. Às vezes é pela carreira ou uma declaração de personalidade. Nesses casos, ok. Quem sou eu para questionar? Personalidade deve sempre prevalecer à técnica, no meu ponto de vista. 

Selena Gomez Platinar cabelo platinado

Mas é sempre bom lembrar que essas pessoas do show biz sempre têm um esquadrão da beleza ao lado. Nós humanas, nem tanto. Isso sem contar a manutenção que platinar exige – com a raíz e com o fio. Falando em raíz, acho que Selena foi bem sábia ao conservar a sua escura. Foi o que salvou um pouco do seu contraste. Fica um look bem artificial, mas não é proibido. Ela se inspirou em Kurt Cobain – cujo código genético passa na contramão do dela, rs. Deveria ter servido de parâmetro. Por outro lado, o cabelo claro deu uma envelhecida ali. Se ela queria tirar um pouco a cara de menina, funcionou. 

Maravilhosa

Amo esse cabelo da JLaw

Tá um colosso Saoirse Ronan!

Isso quer dizer que platinar é sempre ruim? De forma alguma! Inclusive eu adoro. Muitas mulheres ficaram deslumbrantes com cabelo assim. Algumas que eu adorei foram Saoirse Ronan, Margot Robbie, Jennifer Lawrence… Kristen Stewart e Michelle Williams não ficaram nada mal também! Mas acho que vocês vão notar um padrão dentre essas mulheres. Todas têm uma coloração mais clara, tanto na pele quanto nos olhos. Minha logística é sempre a mesma da natureza. Se o seu intuito é criar um clash, tudo bem também. É exatamente isso que vai acontecer. Mas lembre de Anne Hathaway naquela época tenebrosa….Ou Zoe Kravitz. Ou Justin Bieber agora mesmo, rs.

Se você for clara, de baixo contraste nos demais traços, tem mais chance de dar certo para você. Se for de coloração fria ainda melhor! Ou pelo menos neutra… Para pessoas de pele quente não recomendo mesmo. Negras de pele fria que quiserem um visual mais ousado e moderno podem se arriscar também. Mas não sou particularmente fã, até porque pode parecer cabelo branco e talvez você seja jovem para isso. Mas se platinar é o seu sonho, não precisa abrir mão por conta disso. Afinal, cabelo cresce. Mas se der para fazer uma Análise Cromática e ajustar o tom, já ajuda bastante… Alguém deveria ter feito ao menos isso pela Sophie Charlotte e sua personagem. Tão linda! Ficou um bocado abatida. O que acham?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

22/09/2017

batons cartelas analise cromatica

Batons e cabelo são duas das primeiras coisas que as pessoas querem saber depois de uma Análise Cromática. Que a brasileira tem uma relação fervorosa com o cabelo, todas sabemos. Mas parece que o batom não fica muito atrás, rs. Por isso resolvi ilustrar um pouquinho mostrando algumas sugestões de batons para as diferentes cartelas. Para simplificar, dividi as cartelas nas suas 4 famílias. Considerem que existem variações para cada cartela específica…

batons cartelas analise cromatica    

As cartelas de inverno têm como característica tons frios (ou neutro-frio), vivos e escuros. Por isso vermelhos e rosas bem saturados e frios são ótimos para pessoas de inverno. Eu sou de inverno e eu uso muito vermelho vivo, vinho, uva, rosa pink. Algumas cores que representam bem são o Ruby Woo e o Flat Out Fabulous, ambos da MAC. Outro atributo que as estações vivas trazem é a receptividade ao brilho. Por isso, o gloss é muito bem vindo, assim como outros acabamentos brilhantes.

batons cartelas analise cromatica

Primavera também é uma estação viva, mas quente (ou neutra-quente) e clara. Então primaveras também têm uma boa receptividade para o brilho. A diferença aqui é que as cores puxam mais para o laranja do que para o rosa, como no inverno. Batons pêssego, coral, vermelho alaranjado e rosas com uma pitada de amarelo na composição são os mais indicados. Cores como o Dangerous, o Relentlessly Red ou o Sweet Venom, todos da MAC, são boas opções.

batons cartelas analise cromatica

Já para as estações de verão os traços são claros, opacos e frios (ou neutro-frio). Por isso, volta uma a ter uma incidência maior de cores inclinadas ao rosa. Batons em tons de ameixa como o Plumful da MAC ou rosa pink como o Mate de Inveja da Maybelline, ou ainda um rosa suave como o Pink Plaid são ótimas opções. Para as estações opacas é melhor fugir do brilho e ficar nos mattes.

batons cartelas analise cromatica

Por fim, outonos, as outras estações opacas, com inclinação ao quente e ao escuro. Por conta disso, derivados do marrom e laranja são ótimos. Batons terracota como o Chili da MAC, marsala como o Faça Acontecer da Maybelline ou goiaba como o Goiabada da Phebo (este batom é deslumbrante). Todos matte, de preferência. 

Claro que essas são sugestões, não leis. Até porque é uma representação “arredondada”. Ainda assim, servem para entender a lógica por trás das cartelas. Só não esqueçam os contrastes! Quais desses mais combinam com vocês?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS