Quero estimular a criatividade cromática nos nossos armários e, por isso quero deixar aqui algumas sugestões de mistura de cores. Mas mais do que propor uma combinação de cores, quero aproveitar a oportunidade para que a gente entenda um pouco melhor porque alguns mixes funcionam e outros talvez nem tanto. A ideia é que a gente consiga exercitar melhor o tal do olhar. Abrindo hoje com um combo improvável, mas que eu adoro: verde e rosa!

verde-e-rosa-look_1

Isso não tem nada a ver com o fato de que eu nasci mangueirense. Até porque a partir deste ano eu sou Unidos da Tijuca, por motivos de Beyoncé. Esta semana fui montar looks para uma cliente e, quando eu sugeri o combo, ela me questionou se podia usar verde e rosa juntos. Poder, sempre pode. Neste caso, todas devem! Ainda mais quando se tem tantas opções legais na cartela, como ela. Olha só algumas soluções legais para o combo:

verde-e-rosa-lookverde-e-rosa-look_4img_4821  verde-e-rosa-look_2 verde-e-rosa-look_3   blush-pink-army-green-summer-fall-transitional-outfitfashion blog for professional women new york city street style work wear fashion-jackson-banana-republic-blush-pleated-skirt-banana-republic-trench-dress-nude-pumps-rayban-silver-aviator-sunglasses

Sabendo combinar o tom certo de verde com o par ideal de rosa, a mistura fica das mais lindas! E por ser tão inusitada, acaba deixando a produção muito mais interessante, mesmo com menos peças. Daria até para inserir mais uma cor e fazer um color blocking. Lembram desta tendência que foi febre uns anos atrás? Mas por enquanto vamos ficar apenas com o duo original… Tenho aqui algumas idéias de combinações:

 look-verde-e-rosa-2

Look com verde militar com rosa chá 

look-verde-e-rosa

Verde menta com rosê

verde-e-rosa-look

Verde Kentucky (tive que ir no Google pra isso) e rosa chiclete – com onça, para os fortes.

verde-e-rosa-combinacoes-gabriela-ganem-colorimetria verde e rosa

Montei aqui algumas idéias de combinação que partem de alguma lógica da colorimetria. Seja por contraste, por saturação ou por temperatura, esses duos de verde e rosa funcionam porque têm sempre algo em comum. Tom suave com tom suave, cor vibrante com cor vibrante, tom quente com tom quente. Escolha à vontade, mas saiba que tem mais chance de dar certo se as cores compartilharem ao menos um critério. E não esqueça de pensar nas tonalidades que funcionam melhor para você (sobretudo na parte de cima da roupa, que interage com o rosto). 

O que acham de ousar num verde e rosa?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Acho que a parte que eu mais gosto da consultoria de imagem é a análise cromática. Quem já assistiu ao jornal do meu lado sabe que eu fico avaliando a roupa e maquiagem de todas as repórteres, para ver se estão acertando, rs. #Hobby. Faz um tempinho que não rola um post de coloração pessoal por aqui… Então resolvi escrever hoje sobre um truque bem legal da colorimetria, que qualquer um pode reproduzir sem grandes dificuldades ou receios. Este foi uma das primeiras coisas que aprendi desta área e a mais fácil. Quer conhecer uma cor que seja certeira para você? Uma delas é a cor do seu olho

fullsizerenderfullsizerender_4fullsizerender_3coloração pessoal

Repetir a cor do olho não só realça o próprio olhar, como ainda garante que é um tom que vai casar com toda a sua coloração. Observe como o resultado é espetacular nos casos em que estas famosas vestiram peças na mesma cor da sua íris. Se eu fosse Shailene Woodley não tiraria mais este tom de verde, rs. Este recurso funciona 100% das vezes e é algo que você consegue usar antes mesmo de um profissional fazer sua análise cromática completa. Não é o mesmo que ter toda a sua cartela de cores na mão, mas já é um começo. Tem uma ocasião especial e vai comprar uma roupa ou maquiagem? Então já sabe pelo menos um tom que vai te dar aquela força, rs. 

beyonce-knowles-coloracao-pessoal-repetir-cor-dos-olhos coloração Pessoalcameron-diaz-coloracao-pessoal-repetir-cor-do-olho coloração pessoal

Fiz dois exemplos bem displicentes, muito rapidamente no Photoshop (sempre quebrando meus galhos nesses posts. Lembram da Bella Hadid?). Escolhi Beyoncé e Cameron Diaz para ilustrar este efeito. Reparem que no caso da Bey, com o tom de avelã, os olhos saltam muito mais. Além disso, a pele também fica mais homogênea. 

No caso da Cameron Diaz, o efeito é ainda mais notável. Isso porque preto é uma cor pior para ela do que para a Queen B. Você pode até preferir a cor preta, no geral. Mas observe como tudo melhora na Cameron com o azul acinzentado: a íris se destaca, a pele fica mais lisa e a expressão muito mais suave. As linhas próximas ao olho e ao redor da boca ficam atenuadas. São efeitos sutis, mas perceptíveis. E tudo que eu fiz foi mudar a cor da blusa.

Espero que vocês estejam vendo o mesmo que eu e não pensem que eu estou alucinando, rs. Até por conta dos monitores diferentes de celular e computador. Coloração pessoal é algo mágico, sem contar que é divertido – pelo menos eu acho. Fica aqui minha indicação deste truque! Experimentem e me contem o que acharam…

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Vocês talvez queiram me bater por dizer que esta mulher é fora do padrão, mas lembrem que não fui eu quem criou esses critérios insanos, rs. Uma das mulheres mais belas e sexys da atualidade é nada menos do que uma modelo plus size, a americana Ashley Graham. Uma das primeiras modelos curvilíneas a aparecer na Sports Illustrated, revista masculina famosa por seus editoriais de biquíni com bonitonas, como Chrissy Teigen. A moça hoje também tem uma linha própria de lingeries lindíssimas. Sem contar que é ativista do movimento “Health at every size” (Saúde em qualquer tamanho) e fala em escolas sobre imagem corporal. Pacote completo! 

img_3746img_3744
img_3737

O que eu mais gosto na Ashley Graham não é só a beleza, mas a atitude. Poucas mulheres são tão sensuais como ela, mesmo vestindo bem acima do 40 (tamanho que tive pela última vez aos 10 anos, acho). Se encostar, é capaz de se queimar. Ashley atinge um grau Eva Mendes na escala Celsius. Gatíssima e ela sabe! Gosto do quanto ela parece autoconfiante e segura de si. Toda mulher podia aprender umas coisas com ela…

img_3739   img_3742     img_3748   img_3815 img_3817 img_3818    img_3830 img_3831   img_3834  

Ashley é representante evidente do estilo “sexy” (em termos técnicos análise de estilos da consultoria de imagem). Ela gosta de valorizar as curvas e os atributos, escondendo pouco. Acho que ela é um caso de sucesso sobre o ponto de equilíbrio do estilo sexy. Ela tem uma boa medida do quanto mostrar e do quanto esconder, mantendo a harmonia do conjunto. 

ashley graham img_3835
img_3821
img_3833
img_3819img_3749img_3736
img_3829

Ashley Graham também é um bom exemplo de corpo “fora do peso” mas na proporção perfeita. Vejo muita gente que se preocupa muito com o dígito da balança e nem percebe que para a ótica, o corpo já é ideal. Ashley é ampulheta, com ombros e quadris equilibrados e cintura menor que ambos. Por isso as roupas, mesmo coladas, a valorizam tanto. Um violão e um avião! E ela é esperta: destaca a cinturinha sempre que pode. Pense em drapeados, vestido envelope, croppeds, pontos focais… Ashley sabe o que a valoriza. 

img_3820

Uau!

img_3825
img_3741 

Vocês devem notar que em algumas fotos ela está mais magra e outras menos. Não sei se é sanfona (quem nunca?) mas o importante é aprender com ela a se valorizar e a transmitir esta confiança. Vale conferir sua linha de lingerie, que contou com um desfile de cair o queixo, apenas com modelos plus size – e peças que as vestiam com perfeição. Publiquei o vídeo esta semana na minha página do Facebook. Algumas peças estão à venda na Nordstrom, que entrega aqui. Para quem tem dificuldade para comprar sutiãs grandes, como eu, pode ser uma boa alternativa.

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS