TENDÊNCIA :: A BOINA E VOCÊ

Estilo
16/02/2018

Tendencia boina

Talvez seja cedo para falar de algo tão tipicamente invernal… Mas em meio às semanas de moda gringas fica difícil esperar, rs. E a verdade é que logo vão tirar o horário de verão de mim (snif), então é melhor arrancar logo esse band-aid. Se fala em boinas desde o ano passado, com os desfiles de inverno 2017. Talvez na época ainda fosse algo mais quepe do que boina, muito embora eu considere as duas parte da mesma onda. E ao que parece, a tendência foi direto da passarela para as ruas:

  

Nos registros de street style desta semana na NYFW ficou difícil não notar a onipresença da boina. Alguns diriam que é pelo frio, mas a gente sabe que nunca é só isso… Cá entre nós, eu adoro e acho um charme. Inclusive, acho uma lástima que a gente não use tanto chapéu no Brasil. Eu entendo que modelo de lã fica mais difícil no nosso habitual clima tropical. Mas eu tenho uma de tricô que super funciona e já usei um bocado por aqui (em julho, abafa). E em viagens ninguém me segura:

Tendencia boina Tendencia boina

Por acaso essas imagens também foram feitas numa NYFW há anos (pelo gênio Leo Faria – impossível ficar mal na foto dele, juro). Quem olha a serenidade na face não sabe o frio da p***** que estava fazendo, rs. Mas chega deste momento biográfico, até porque é coisa antiga. Para mim, a pioneira da boina de 2017/2018 é a Camila Coelho, ainda na fase do quepe:

Tendencia boina

Vai dizer que não fica um lindo e elegante? E muda o look completamente (apesar de eu não saber como equilibrar um quepe na cabeça ainda). Mas se a NYFW e Camila não são chancela suficiente para você, então veja o que os deuses têm a dizer sobre isso:

Até a rainha incorporou no último Grammy. Tudo bem que a boina para Beyoncé não é só estética, já que carrega simbolismo dos Black Panthers… Além de outros movimentos revolucionários. Sem contar que foi em pleno Time’s Up, com todo mundo de preto. Mas seja em referência aos anos 70 americanos, às francesas de muitas eras ou apenas pela tendência, não tem como negar o charme do acessório, né? Por isso, no primeiro sinal de outono eu devo usar a minha e aposto que não estarei sozinha. Mas e você com isso?

Todo o objetivo deste post é falar sobre como a tendência da boina se encaixa na sua vida (se quiser). Digo isso porque agora todas vocês já devem estar um bocado familiarizadas com os formatos de rosto. E assim como todo acessório, existe um melhor jeito de usar, dependendo das suas características:

As ilustrações são da Emma Block

Se vocês observarem, existe uma lógica bem evidente por trás destas recomendações. É tipo colocar volume onde falta ou chamar atenção para outro lugar. Quando você percebe, consegue decidir sem ter que ler o que eu escrevi, rs. Mas vale rever a descrição de cada formato no post do tipo de rosto, já que a ilustração não fala por si só. Quem preferir uma ajudinha, um dos pacotes que eu disponibilizo é justamente o manual do rosto, que aborda essa parte (e é online). O que acham da boina? Entra no seu armário ou não?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

PORQUE EU IMPLICO COM O TÊNIS BRANCO
TENDÊNCIA :: OS ÓCULOS PEQUENOS E VOCÊ
TENDÊNCIA DE INVERNO 2018 :: TARTAN
TENDÊNCIA :: LAÇO NO CABELO SEM PARECER CRIANÇA

15 PIJAMAS BEM LINDOS PARA VOCÊ PASSAR O CARNAVAL

Estilo
08/02/2018

Isso é a minha maneira de dizer que eu não sou grande fã do carnaval? Com certeza. Desculpa mundo. Apesar de carioca com orgulho, não tem nada menos atraente para mim do que um bloco de rua. A Sapucaí sim eu acho o máximo mas não estou com esse prestígio todo, rs. Se você é como eu e prefere uma noitada com o DJ Pillow à folia, vem comigo dar uma olhada nesses pijamas perfeitos para passar os 5 dias na horizontal:

  Estrelado | Listrado | Azul bebê

Tem para todos os gostos, dos mais confortáveis aos mais sedutores… Mas nada muito exuberante, afinal é feriado. Confesso que eu nunca fui muito uma pessoa de pijamas, sempre juntei duas peças de roupa velha e tava ótimo. Também sou grande adepta de cuecas samba-canção com blusa de alcinha. Com o tempo a fronteira da roupa e dos pijamas ficou cada vez mais tênue, rs. Talvez por isso (ou com a idade, abafa) tenho sentido uma vontade de comprar uns pijamas de verdade

Branco e cinza | Robe | Camisola Best Dressed | Baby Doll | Listras Coloridas | Camisola preta

A verdade é que eu sempre achei que não valia a pena gastar o valor de uma roupa num traje para dormir. Mas isso tem tanta lógica quanto não comprar lingerie bonita porque ninguém (supostamente) vai ver. A gente não pode ignorar o poder que uma lingerie bonita tem na nossa confiança… Por isso, quero aplicar o mesmo princípio para os pijamas. O que vocês acham?

Baby doll marinho | Tucano | Baby Doll azul bebê | Banana | Preto rosê e azul | Cinza listrado

Voltando ao Carnaval, pensei em tornar este post um pouco mais interativo. O que vocês vão assistir nas férias? Sim, tudo um pretexto para descobrir umas séries novas. Eu vou recomendar algumas recentes que eu mais gostei nos últimos tempos: The Handmaid’s Tale, The Good Place, This is Us, La Casa de Papel, Dark e The Sinner. Espero que contribua com o entretenimento dos próximos dias… Bom carnaval a todos, com folia ou sem!

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

VIRTINE :: 10 BLUSAS PARA O VERÃO QUE COBREM O BRAÇO

AS 3 BOLSAS DA MINHA VIDA

Estilo
27/01/2018

No começo do mês eu falei sobre como seria meu armário se eu só tivesse 3 sapatos (ou 4, ou 5…). Hoje me ocorreu que posso fazer o mesmo com bolsas. Não só três modelos de bolsa aleatórias mas aquelas dentre as minhas que eu não viveria sem hoje. Quais bolsas eu levaria para uma ilha deserta, supondo que esta tal ilha nem tão deserta tenha vida social? São elas:

Clutch tortoise :: Uma das melhores compras da minha vida. Essa clutch é vintage. Comprei na feira do Lavradio, no centro do Rio. Na época, a moda vintage era febre e eu fui lá com uma verba qualquer que gastei todinha, rs. Adquiri muitas coisas, umas legais e outras grandes furadas. Mas essa clutch é minha fiel escudeira. Uso para todos os casamentos, porque fica linda com tudo. Ainda levo para alguns jantares ou outras ocasiões mais alinhadas. E olha que eu tenho muitas clutches (foi uma fase meio compulsiva, minhas amigas agradecem e usufruem do acervo). Mas essa é aquela que eu quase nunca empresto. Meu xodó! Além disso, tem um espelho enorme dentro, rs. 

[Acabo de perceber que não sei onde está este vestido]

Bolsa tiracolo verde :: Se você já viu qualquer look meu por aqui, certamente já cruzou com a minha verdinha. Ela é da Manufact, feita com couro de peixe e tem aquele formato da Chanel que todo mundo faz. Cabe toda a minha vida: celular, bateria extra, carteira, chave, mil brincos perdidos no fundo, uns três batons que eu não lembrava onde estavam e uns sachês de sal da última vez que eu fui ao cinema. Comporta tudo! O que eu mais gosto nela é que sempre dá uma diferenciada nas produções. Uso mais que todas. Outro plus são as ferragens. A corrente é robusta. Faz estrondo quando coloco na mesa. Isso dá muita cara de cara para ela. 

Bolsa Speedy 40 :: Alguns diriam que o charme desta Louis Vuitton ficou na modinha de 2010. Pois eu digo que nunca tive bolsa tão leal. Ela aguenta todas as porradas (boto no chão, uso como mala…) e nem se abala. Comprei quando morei em Londres e arrisquei no tamanho. Essa é a 40, gigante em comparação às habituais, mas era essa que eu queria. O vendedor disse que era a primeira vez que ele endossava a grandona para uma mulher – que, no caso, é grandona por sua vez. Usei todo dia enquanto morei lá. Colocava garrafa, pashmina, luva, gorro, material da aula, guarda-chuva e mais coisas para umas três encarnações de Gabriela. Ela nunca reclamou ou deu sinal de cansaço. É minha malinha para viagens curtas. Muito generosa. Pode vir modinha e sair modinha, meu amor não muda. Sem contar que já, já é tendência de novo, rs.

Essas não são necessariamente as que eu mais uso, até porque tenho muito mais demanda para bolsa tiracolo do que para uma clutch, né? Mas se eu fosse viajar para um lugar desconhecido e só pudesse levar 3 bolsas, com certeza seriam essas. Muita gente vai estranhar o fato de não haver uma bolsa preta. Eu canso de dizer isso: ninguém precisa de bolsa preta. Você pode gostar e ter quantas você quiser (num limite saudável). No entanto, não existe esta obrigação. Não é sequer a cor mais versátil! E para quem duvida sobre o quão multifacetada pode ser uma bolsa verde, basta observar meus looks postados aqui. A verdinha e eu temos um relacionamento estável, rs. E vocês? Quais seriam as três bolsas da sua ilha deserta (não-deserta)?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

ONCINHA É NEUTRO?
MIX DE ESTAMPAS CORRIDAS + ESTAMPAS LOCALIZADAS
COMBO CROMÁTICO :: AZUL E CÁQUI
O PODER TRANSFORMADOR DA TERCEIRA PEÇA + SAPATO