COMBO CROMÁTICO :: AZUL E AMARELO

Estilo
17/04/2018

Já fazia um tempo que não rolava um post deste tipo por aqui! Para quem não lembra, combo cromático é a tag onde eu faço sugestões de mistura de cores e mostro algumas ideias de como implementar na sua vida. O duo escolhido de hoje talvez seja uma combinação que eu sei que já agrada muita gente: azul e amarelo

Acredito que a maioria de nós já fez uma misturinha de azul e amarelo, nem que seja uma peça azul marinho com um acessório amarelo. Mas existem muito mais possibilidades para essas duas cores que podem fugir totalmente do óbvio. Se você já achava ousado apenas nos detalhes, olha quanta coisa diferente pode surgir desse mix:

Selo Blake, Zendaya, Olivia e Giovanna de qualidade!

Clean!

Minimalista

Claro que ninguém precisa mergulhar com tanto entusiasmo nesta mistura se não se sentir à vontade. Até porque, azul e amarelo são duas cores primárias (quem lembra do jardim de infância?). Então, a menos que você escolha tons bem sóbrios, pode formar algo super colorido – e até contrastado. Mas uma vantagem de se ter estas duas cores num look é que o amarelo é habitualmente quente e o azul, frio. Ou seja, dá para escolher o que vai ficar mais perto do seu rosto de acordo com o seu tom de pele. Ainda assim, vale lembrar que cada um tem seu azul e quase todo mundo tem um amarelo. Eu mesma sou de cartela fria e tenho um bocado de amarelos. 

Que espetáculo misturando dois azuis!

 

Amo com a onça!

Já tem um tempo que eu estou querendo fazer este post. Acabei adiando ou esquecendo. Mas agora, com esta súbita alta vertiginosa do amarelo, oferta e desejo eu sei que não vão faltar. Já o azul, mal ou bem, é aquela cor que a maioria das pessoas já tem no armário sempre (nem que seja um bom marinho). E como combinar azul e amarelo e ficar harmonioso?

Não é regra! Dito isso, uma maneira que eu acho bem inteligente e à prova de balas é casar tons por intensidade. Um amarelo pastel e um azul pastel, um marinho com um ocre, um canarinho com um azul-claro-faber-castell… Assim é mais garantido – embora não seja de forma nenhuma a única solução. Considerem isso um truque para facilitar! E é claro que, para quem é mais discreta, sempre vale manter a mistura apenas nos detalhes. O importante é não deixar de experimentar. O que acham do combo cromático azul e amarelo? Já usam? Quem pretende arriscar?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

COLOR WHEEL :: COMBINANDO CORES
A COR DE SOMBRA PARA A SUA COR DE OLHO
A COR DO BATOM DA NIINA SECRETS PARA A MAC
CABELOS BRANCOS :: QUANDO É A HORA?

ESQUEÇA AS VEIAS

Consultoria de Imagem, Sem categoria
07/04/2018

Volta e meia, com uma certa frequência, eu escuto alguém proferir “tenho pele quente porque minhas veias são verdes” ou “tenho pele fria porque minhas veias são azuis“. As pessoas falam com uma convicção cativante. E a cada vez eu tento explicar que isso não quer dizer nada…

Veja bem, meu tom de pele é frio e minhas veias são ora verdes, ora azuis e umas até meio lilás. Esse truque é um atalho que vejo ser muito usado para acertar no tom da base da maquiagem. Talvez seja mesmo útil em alguns casos, mas isso de forma nenhuma pode ser considerado um diagnóstico. Até porque… Onde ficam as pessoas de pele neutra em meio a isso? Por isso que eu desencorajo fortemente usar esse tipo de coisa como referência. 

Por enquanto, até onde eu sei, o único jeito de determinar a sua coloração pessoal é através de uma análise cromática presencial. Todo mundo que pergunta sobre análise cromática online já ouviu de mim que não acho viável. Se você não quer ou não pode fazer um diagnóstico ideal, existem alguns truques que você pode usar e que eu já citei aqui:

• Se orientar pelo contraste: qualquer um consegue determinar o nível de contraste de alguém. Inclusive o nosso próprio contraste.

Repetir a cor do olho: Uma cor que sempre vai funcionar para você é a cor da sua íris. E funciona tanto para roupas quanto para o cabelo ou luzes.

Azul marinho: Precisa estar bem e não sabe que cor usar? Porque não o azul marinho? É um clássico que funciona para todo mundo. Sem contar que combina com todas as cores.

Então, só para reforçar, pare de usar as veias como diagnóstico. Tem mais chances de acabar te confundindo do que te ajudando. E pior, você pode acabar comprando tudo errado. Mais vale seguir seus instintos do que suas veias. O que acham?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

COLOR WHEEL :: COMBINANDO CORES
A COR DE SOMBRA PARA A SUA COR DE OLHO
A COR DO BATOM DA NIINA SECRETS PARA A MAC
CABELOS BRANCOS :: QUANDO É A HORA?

LOOKS DO PRÊMIO GERAÇÃO GLAMOUR :: DESTAQUES

Estilo
05/04/2018

Eu tenho aproximadamente 40 minutos para elaborar este post, porque tenho uma cliente já, já. Mas eu não poderia deixar de comentar alguns looks do Prêmio Geração Glamour deste ano, celebração em que a Revista Glamour homenageia quem se destacou no último ano. O evento contou com alguns dos nomes mais relevantes da nossa cultura pop e looks dignos de resenha, rs:

 

A post shared by Gabriela Ganem (@gabriela.ganem) on

KCT!

Abrindo com a estrela do Prêmio Geração Glamour (pelo menos no quesito look), a porcelana do Brasil, Marina Ruy Barbosa. Marina merecia um prêmio à parte só pela quantidade de pautas de moda e beleza que ela rende. Há algum tempo eu torço, com direito a #Toscoshop, para ver Marina num look dourado. Na festa de ontem, ela não decepcionou! O look Colcci de paetês dourados caiu como uma luva (tarefa difícil para paetês) e ficou um colosso nela. Olha só como o rosto dela ficou valorizado com o dourado! E ainda como o cabelo e a maquiagem ficaram em harmonia – e preservando o contraste natural dela. Não mudaria nada. Pergunta que não quer calar: a Colcci vai ter vestidos de festa assim nas lojas? 

Thaila Ayala saiu diretamente de alguma passarela de Fashion Week para a premiação. Adoro quem se arrisca assim, ainda mais com cor. Não sei se este é o roxo dela, mas eu adorei que ela comprou o barulho da Pantone e encarou ao extremo o Ultra violet. Ainda assim tenho algumas ressalvas… Eu queria ter visto o . Acho que faltou pele exposta, sobretudo para um look monocromático. Se a meia fosse uma legging e deixasse os pés de fora ficaria menos claustrofóbico. Poderia ser um decote também ou talvez puxar a manga do blazer. Só sei que senti falta de pele e excesso de tecido. Outro item que eu mudaria: o cabelo. O look “boi lambeu” com estas fivelas super pesadas não ficou harmonioso. Dito isso, bato palma pela ousadia.

Grazi Massafera é a epítome da beleza mas não curti esse look Miu miu. Uma pena, porque eu adoro a marca. O comprimento ingrato já era desafiador… Mas acho que a morte definitiva foi a cor. Esse tom de branco/off-white com bordados também brancos ficou bem esquisito nela. Pelo menos rolou um batonzão para salvar o rosto. Dito isso, achei super elegante – mas eu diria que o vestido está grande nela. 

Fernanda Paes Leme foi bem cool e colorida. Para isso eu bato palma. Apesar de eu achar ligeiramente faux pas ir estampada com capas de Vogue num prêmio da Glamour… Mas talvez eu esteja vendo problema onde não tem, até porque são revistas irmãs. Deixo a inquietação para vocês, rs. Acho que este colorido teria caído melhor nela com o seu cabelo original, ao invés deste loiro cruel. Aí sim teria ficado bacana! As cores ficaram muito fortes para ela.

Pathy de Jesus foi naquela fórmula talvez manjada de transparência mas eu gostei. Acho que tem uma coisa de clássico que, misturado com o sexy, faz um equilíbrio. E eu não sei se ela tem preto na cartela, mas o contraste ficou ótimo! E a transparência sempre ajuda nisso…

Eu amei Camila Queiroz de verde. Na verdade, acho que o verde nem era esse, porque está com filtro forte esta foto. Ainda assim, que colosso! E aqui tem a mesma premissa do look da Pathy de Jesus: sexy x clássico – e talvez até um romântico com a fluidez e os laços. Amei! O look é da Amissima, uma das patrocinadoras do evento. Não ficou lindo?

O dresscode do Prêmio Geração Glamour é bem eclético, como vocês podem ver… Mas acho que quando envolve moda ou música, isso acaba acontecendo mesmo. Eu estive na festa há alguns anos, numa vida passada praticamente, e nessa de não saber o que esperar dos trajes, fiz uma mistureba que eu acabei amando:

A saia é da Martu, era produção, e me arrependo de não tê-la comprado até hoje. Era divinal! Bem a minha cara e xadrez. Misturei com uma camiseta de seda branca e um monte de bijoux. É uma abordagem bem criativa, mas acho que é uma ótima saída para não ficar arrumada demais ou de menos. Fecha parêntese, rs. O que acharam dos looks do evento?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

OS MELHORES LOOKS DO OSCAR 2018
COMO O CONTRASTE DA DUA LIPA FUNCIONOU COM ROSINHA?
JENNIFER LAWRENCE TENTOU ME MATAR
OS 9 MELHORES LOOKS DO BAFTA