KATE MIDDLETON E A CRISE DO VESTIDO

Consultoria de Imagem
01/02/2018

Ontem recebi um monte de marcações e directs no Instagram a respeito de um dos últimos looks Kate Middleton. A Princesa (princesa sim, ora) surgiu com um modelito amarelo estampado de cetim da Erdem e eu diria que não caiu muito bem. Em algumas fotos ficou tão prejudicada que cogitei que não estivesse bem de saúde ou que esteja grávida de um menino (a crendice popular diz que deixa a mãe meio abatida, sei lá, rs). Sinceramente, se eu estivesse grávida, não teria a menor paciência para uma social da nobreza. Seria só Netflix na horizontal. Então já aplaudo o esforço! O que não quer dizer que a gente não possa aprender com ela…

Acho que que Kate Middleton criou uma certa reputação e expectativa para seus looks, por isso a decepção e comoção geral. Mas veja bem, o vestido não é feio. O vestido só não é para ela… Talvez seja meio “matrona”, mas não é a tragédia que ficou o resultado final. Minha teoria é que não só a cor estava infeliz, mas também o tecido. Resolvi fazer um experimento com o Toscoshop e mudar todo o vestido:

Amarelo ocre de cetim estampado

Azul suave com acabamento tipo de crepe

kate middleton

Neste toscoshop eu mudei não só a cor do vestido da Kate Middleton, mas também o acabamento do tecido. Mudei de brilhante para fosco. Quem é minha cliente e é opaca já sabe que o tipo de material também interfere na coloração. Observem como no vestido original a pele dela parece amarelada e como se notam mais os sombreados. Os olhos também estão mais foscos. Ficou com uma aparência levemente envelhecida e cansada. Já na versão alternativa ela ficou com uma aparência um pouco mais viçosa e luminosa. Sem contar que a pele está mais homogênea.

Tem mais uma coisa: este tecido amarelo faz com que o vestido a ofuscasse completamente. Primeiro você vê o vestido e um tempo depois é que se nota ela. Com a opção azul, mais suave, ela está em harmonia com as cores e o acabamento. Eu não sei exatamente qual é a cartela da Kate Middleton… Pode ser que ela não tenha a cor que eu sugeri na sua estação. Apesar disso, já é um ganho bem nítido deste amarelo para o azul. Pode ser pelo tom, pode ser pelo brilho, pode ser pelo contraste… Mas que ficou melhor, ficou, né? Conseguem ver a diferença?

Pretendo lançar algumas novidades neste ano. Se você quiser ficar sabendo primeiro, inscreva-se na minha lista (essa é diferente da newsletter com os últimos posts do blog, para essa é só se inscrever na barra lateral do blog):



Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

QUAL É O SEU FORMATO DE ROSTO?
COMO É SUA RISCA DO CABELO?
CONSULTORIA DE IMAGEM X PERSONAL STYLIST
A SUA CARTELA DE CORES PODE MUDAR?

A SUA CARTELA DE CORES PODE MUDAR?

Consultoria de Imagem
17/01/2018

Uma das principais coisas que me perguntam quando falo sobre Análise Cromática é se a cartela de cores pode mudar ao longo da sua vida. Eu entendo a preocupação, principalmente quando a pessoa tem medo de receber uma cartela com cores que não gosta. Além disso, não é um serviço barato para ter que ficar fazendo o tempo todo. Por isso, a boa notícia é que a sua cartela vale para a vida toda! Isso quer dizer que sua coloração não vai mudar de forma nenhuma? Não exatamente…

Analise cromatica cartela de cores

A sua estação da Análise Cromática é sua para o resto da vida. Eu vou ser Inverno Puro (Frio, Verdadeiro em outras nomenclaturas) até eu morrer – e quem sabe até por um tempo depois, rs. Mas supondo que eu decida ficar loira. Ou que eu resolva ficar grisalha em algum ponto da minha vida. Ou ainda que eu queira ficar bronzeada daqui para frente… A cartela não mudará. Mas e o contraste

Não se esqueçam do contraste! Se a Xuxa pintar o cabelo de preto amanhã (não recomendo) esta dimensão vai mudar completamente. Mas ainda assim, a sua cartela de cores não vai mudar. Ou seja, análise cromática pode ser feita uma vez só e fim. Por isso eu acho que o investimento vale tanto a pena. 

Por outro lado, se você já fez mais de uma Análise Cromática e o resultado saiu diferente em uma delas, algumas coisas podem ter acontecido. A principal coisa que pode acontecer é uma atualização da metodologia. Quando eu comecei eram apenas 4 estações. Hoje, são 12 cartelas de cores disponíveis no método sazonal expandido. A mudança se deu à inclusão dos tons neutros na roda de cores. Antes eram todos guiados pela temperatura em primeiro lugar. Hoje existem outras opções de característica predominante, desde que o subtom da pessoa seja neutro. Então considere que há mais de um sistema de análise. 

Outra possibilidade é que alguma Análise Cromática esteja errada. Por isso é muito importante fazer o seu teste com um profissional de confiança e experiente (se possível). Não é uma tarefa fácil fazer um diagnóstico de cores. Então erros podem acontecer, sobretudo com os menos treinados. Escolha com sabedoria.

Sobre o contraste, caso o seu mude, basta migrar dentro da sua própria cartela de cores para tons que coordenem melhor com seu nível de contraste do momento. E não esqueçam que vale para maquiagem, roupa, acessórios e tudo o que está próximo ao rosto. Tem mais dúvidas sobre Análise Cromática? Pergunte nos comentários!

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

KATE MIDDLETON E A CRISE DO VESTIDO
QUAL É O SEU FORMATO DE ROSTO?
COMO É SUA RISCA DO CABELO?
CONSULTORIA DE IMAGEM X PERSONAL STYLIST

SABRINA SATO :: AZUL OU DOURADA?

Consultoria de Imagem
04/12/2017

Neste fim de semana rolou o casamento dos apresentadores Ticiane Pinheiro e Cesar Tralli em Campos do Jordão. A festa estava recheada de famosos e algumas notórias fashionistas, como a musa Sabrina Sato. Seu Dolce & Gabbana acetinado dividiu opiniões – no instagram e nas enquetes que eu fiz (por mais que a do facebook tenha sido meio falha, rs). Mas para mim não resta dúvida: o vestido foi um grandessíssimo deslize para ela que costuma ter um bom histórico.

Sabrina, se algum dia você cruzar com este post, saiba que eu te amo. Me perdoa! Mas voltando ao vestido, meu maior problema com ele é a cor. A cor e o tecido… Que agravou ainda mais o fator coloração. Eu não tenho como afirmar qual é a cartela da Sabrina Sato sem uma Análise Cromática. Mas existem algumas coisas que ficam bem evidentes quando dão certo ou errado. Neste caso, eu acredito que está bem nítido o quanto essa peça não funcionou para ela…

Azul versus Dourado. Qual é o seu preferido? Escolhi o dourado porque eu achei este tom de azul/prata muito frio e claro para ela. Desta vez fiz o Toscoshop no celular, então não está muito caprichado, rs. Não reparem! Mas só de dar uma “esquentadinha” na cor, a expressão dela já mudou bastante. Esta cor também é um pouco mais escura, o que ajuda a reduzir o impacto do tecido. Na versão original o vestido ofusca o seu rosto, chamando muito mais atenção. Cor clara, fria e brilhante não parecem ser traços da Sabrina Sato que conhecemos, né? Ainda mais com um contraste tão baixo.

Além da cor e do tecido, apesar de ser um legítimo Dolce & Gabbana, eu jamais diria que esse modelito vale o sobrenome. Ficou faltando a tal Cara de Caro que eu vivo falando. Não passa uma aparência muito sofisticada, apesar dos múltiplos dígitos que deve valer. Não é à toa que uma leitora (que permanecerá anônima) comentou comigo que era muito “Djalma Noivas”. O cetim é um tecido com um histórico ruim – e passou anos no limbo por conta disso. Em vestidos de festa é melhor evitar o material em modelagens muito sexy ou em cores muito vibrantes

Pelo menos garantiu o buquê

Mas tudo estava ruim no vestido da Sabrina Sato? Não. Eu dou uns pontos para a modelagem, que vestiu o corpo dela muito bem. O mérito é do drapeado que, como já falei, é o melhor amigo da mulher. Apesar de não ser nada no meu estilo, ele até que vestiu direito e valorizou o corpão. Mas sempre fica a dúvida se não é a Sabrina quem está valorizando o vestido, rs. O que acharam?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

KATE MIDDLETON E A CRISE DO VESTIDO
A SUA CARTELA DE CORES PODE MUDAR?
MARINHO É A COR MAIS NEUTRA
OS BATONS DE CADA ESTAÇÃO