QUAL É O SEU FORMATO DE ROSTO?

Consultoria de Imagem
01/02/2018

Este é o último post do nosso xeque-mate, o mês em que eu postei todos os dias! Não foi fácil, mas foi delicioso. Amo fazer isso e se você não tem um blog, recomendo ainda que como hobby. Eu prometo tentar manter um bom ritmo… Mas o blog não paga meus boletos (não diretamente, rs) e eu preciso sempre priorizar os atendimentos – até porque eles me dão uma experiência ótima que divido aqui sempre que posso. Imagino que vocês entendam.

Ainda assim sou muito grata por cada clique e indicação para amigas de vocês. Nunca tive uma audiência tão legal e curiosa. Me dá um prazer enorme! E por favor, não parem de acessar, rs. Falando em curiosidade, foi só eu dizer que tinha receio de post de formato de rosto que todo mundo correu para pedir no Instagram, né? Essa coisa de democracia complica nossa vida, rs… Mas já que vocês pediram, eu vou tentar o meu melhor!

Aliás, vale ler o post sobre o rosto ao longo do tempo! Adoro esse post!

A complexidade no diagnóstico de formatos de rosto está na variedade. São 9 desenhos diferentes e uma montanha de possíveis diagnósticos, já que uma pessoa pode ter mais de uma demanda. Quando digo isso, falo de ter mais de um tipo de proporção para compensar. Na última vez que falei sobre formato de rosto era num post sobre penteados para noivas. Eu simplifiquei em 3 tipos de proporção:

Formato de rosto 

Rosto curto, Rosto proporcional (ou de proporção oval) e o rosto longo. Considerem o rosto oval como o ideal, o equivalente facial do corpo ampulheta. Nesse formato a largura é mais estreita que o comprimento. Qualquer coisa fora desta proporção pode estar curto (geralmente com uma mesma medida aproximada de altura e largura) ou longo (muito estreito em relação ao comprimento). 

Formato de rosto

Parece fácil até aqui, né? Calma que é só a introdução. Agora vamos apresentar os diferentes tipos de rosto: oval, redondo, quadrado, retângulo, triângulo, triângulo invertido, coração, longo e diamante. Complicou um pouquinho, né? Vamos ao desenho e a explicação individual…

Formato de rosto

Rosto Oval :: é a nossa referência de proporção. Nele a altura é um pouco maior que a largura e os traços são arredondados em cima e mais estreitos embaixo. 

 Formato de rosto     

Redondo :: a largura de uma dimensão muito próxima à da altura e o desenho é mais arredondado no maxilar e linha do cabelo.

Quadrado :: é como o redondo, só que com as extremidades mais angulares, resumidamente.

Longo :: é bem mais longo do que largo, mas com traços arredondados em cima e estreitos embaixo.

Retângulo :: é como o redondo, só que com as extremidades mais angulares, resumidamente. Costuma ter a mesma largura no maxilar e na testa.

Triângulo :: esse é bem auto-explicativo, rs. Acontece quando a base do rosto é mais larga do que a testa. 

Triângulo invertido :: também dá para imaginar… É quando o maxilar é muito mais estreito do que a testa. 

Coração :: é como o Triângulo invertido, só que com o pico da viúva evidente (aquele triângulo do cabelo na testa) e queixo mais fino.

Diamante :: tem a maçã do rosto larga e testa e maxilar estreitos.

Por favor, considerem as fotos e não as pessoas. Dentre todos esses, naquela escala de proporção, o redondo e o quadrado costumam ser o de proporção curta. O longo e o retângulo são os de proporção longa. E os demais costumam ser os proporcionais. Consegue identificar o seu? Minha recomendação é conseguir alguém para ler isso aqui e dizer para você. O espelho e a foto no ângulo errado podem enganar muito. Se for algo evidente, maravilha! Mas é sempre bom ter alguém de fora para ajudar… Ou um consultor de imagem, claro.

Vale lembrar que não existe um formato de rosto errado. Não é para se descabelar porque o seu rosto não é oval, ok? O que importa é ter o diagnóstico para ter uma noção do que fazer com os traços que o universo te deu. Todos os rostos podem ser bonitos. O que o consultor de imagem faz é compensar proporções. Ou vai dizer que a Gigi Hadid tem um rosto feio? Ou a Liv Tyler? Ninguém se atreveria numa afirmação estapafúrdia dessas, né? Então, sem neura!

E agora que você sabe quais são os traços do seu rosto, o que fazer com isso? Vou precisar de muitos posts para desenvolver sobre truques de ilusão de  ótica para formato de rosto. Mas a ideia é avaliar onde está faltando e onde está sobrando para tentar compensar com maquiagem, cabelo, óculos, formato de gola, modelagem de acessórios… É todo um mundo particular. Mas a gente chega lá!

E, aí? Satisfez a curiosidade de vocês? Conseguiram diagnosticar seu formato de rosto? Pode ser bem difícil mesmo mas não desistam, rs. E quem não quiser fazer isso sozinha pode contratar algum serviço de consultoria de imagem, obviamente. Eu ofereço dois pacotes. O Manual do Rosto que é online e costumo fazer para pessoas que não moram perto de mim. Ele conta com análise do formato do rosto, além das ilusões de ótica para seu formato e também um pouco de coloração usando o contraste. Ou ainda o de Análises Completas que conta com análise cromática, análise de estilo, de tipo físico e de rosto (isso também faz parte da consultoria completa, claro). Se tiverem dúvidas mandem aqui ou nas redes e para saber mais sobre os pacotes, basta clicar em Portfólio

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

KATE MIDDLETON E A CRISE DO VESTIDO
COMO É SUA RISCA DO CABELO?
CONSULTORIA DE IMAGEM X PERSONAL STYLIST
A SUA CARTELA DE CORES PODE MUDAR?

COMO É SUA RISCA DO CABELO?

Beleza
30/01/2018

Dentre os pedidos de posts que eu recebo, uma boa parte é perguntando sobre questões em torno do formato de rosto. Se vocês observarem, não falo muito sobre isso no blog. Não é que eu não tenha interesse ou qualquer coisa assim… Mas para formato de rosto sinto que o diagnóstico é mais complexo (o que não quer dizer difícil). No tipo físico são apenas 5 variantes, supondo que a pessoa não tenha mais de uma demanda de proporção. Já no rosto, são 9 formatos! As chances de um post levar alguém a fazer besteira são bem maiores. Isso sem contar que todo mundo sempre acha que tem rosto redondo, rs. Por isso, tenho cautela extra. Mas recentemente vi um post do Refinery29 sobre a risca do cabelo que achei que dava para compartilhar:

Antes | Depois

Eles chamaram um cabeleireiro para mudar a risca do cabelo de algumas mulheres e não muito mais que isso. Quem é minha cliente já deve ter recebido no manual alguma informação sobre isso, ou uma sugestão de penteado. Muitas vezes comento sobre a risca do cabelo. Neste caso, ele considerou alguns fatores mais cabeleireirísticos (#neologismo), como os redemoinhos e sentido do crescimento. Ainda assim, eu diria que acertou bem no quesito proporção de boa parte delas…

Antes | Depois 

Antes | Depois 

Antes | Depois 

Eu achei todas essas transformações bem-sucedidas. As mulheres ficaram mais sofisticadas e com mais harmonia, não acham? E isso foi só mudando a risca do cabelo de lugar. Eu mesma tenho total consciência de que sou outra pessoa dependendo de como uso o cabelo. Observem que diferença brutal:

SOCORRO. Melhora um pouco se botar uma parte atrás da orelha, rs.

Jogadão (e só fica assim para esse lado)

Boa moça (que eu adoro)

Se eu usasse meu cabelo repartido ao meio, apesar de eu ter o rosto oval (que é proporção ideal), sinto que ele fica muito achatado em cima. Isso porque meu fio é liso na raíz e ondulado na ponta. Por isso eu busco sempre jogar ele para o lado e até manter sem risca do cabelo visível. Ou, alternativamente, faço o cabelo que eu chamo de “boa moça“. Até fiz um videozinho no Instagram mostrando como eu faço. Ninguém deu muita bola para ele porque parece um tutorial bobo. Mas a intenção era justamente falar sobre a mudança no visual, com tão pouca intervenção!

 

A post shared by Gabriela Ganem (@gabriela.ganem) on

Eu não sei se conseguiria resumir todas as recomendações em algum post um dia. Minha sugestão é que vocês vejam esses exemplos acima e simplesmente experimentem sair da rotina e fazer umas tentativas diferentes com a risca do cabelo. Saiam um dia com uma versão diferente e observem as reações (incluindo a sua própria). Pode ser que vocês mudem de penteado… O que acham?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

KATE MIDDLETON E A CRISE DO VESTIDO
QUAL É O SEU FORMATO DE ROSTO?
TENDÊNCIA :: LAÇO NO CABELO SEM PARECER CRIANÇA
CONSULTORIA DE IMAGEM X PERSONAL STYLIST

UMA BREVE HISTÓRIA DO ROSTO

Comportamento
06/12/2016

Outro dia vi uma polêmica acerca de uma matéria da Vogue que anunciava o fim da era dos seios grandes. Muitas ficaram indignadas, cobertas de razão, claro. Como é que se adequa a uma tendência dessas? Mas eu não entendi a surpresa…Não foi ao acaso que os implantes explodiram nos últimos 15 anos. Basta olhar para o passado e notar que o corpo sempre esteve sujeito a modismos, por mais cruel que fosse. Isso também acontece com o rosto e a fisionomia mas, aparentemente, as pessoas estão fazendo o mesmo movimento sem se dar conta…

screen-shot-2016-12-06-at-5-07-39-pm

Não é a primeira vez que abordo essa questão aqui, mas é algo que realmente me preocupa. Não é que eu seja contra intervenções estéticas, pelo contrário. Eu só me pergunto se as pessoas estão fazendo pelos motivos certos e não apenas influenciadas por uma dessas tendências que certamente vão mudar na próxima década. O que rolou com os seios vai acontecer com a face. E eu digo isso porque já ocorreu antes, várias vezes, na história recente. Observemos uma breve história do rosto, através da moda:

• Início dos anos 90: Supermodelos.

cindy

Na virada dos anos 90 o padrão de beleza era uma mulher forte, com uma fisionomia saudável e quase atlética. Mulherão mesmo! Naomi Campbell, Cindy Crawford, Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Christy Turlington… Bons tempos (na minha humilde opinião, rs). Rosto alongado, bochechas presentes, mas desenhadas. Sobrancelhas desenhadas. Cara de saúde!

• Meio dos anos 90: Heroin Chic.
  kate-moss

Ouvi esse termo durante anos sem perceber que o “Heroin” era de heroína – a droga. Ah, a inocência! Mas é isso mesmo. Depois de toda a saúde das supermodelos, o movimento seguinte foi o anti-saúde. Rosto fino, angular, lânguido, de expressão cansada. A era grunge. Kate Moss e Calvin Klein, os maiores representantes desta época. Sai o look mulherão e entra a menina debilitada. Também tem seu charme, mas não é a que eu prefiro. 

• Início dos anos 2000: Glamazon.

gisele-rosto

Reza a lenda que Anna Wintour estava sentada num desfile quando passou Gisele Bündchen na passarela, foi quando Anna disse “esta é a menina que vai mudar o padrão“. E ela estava certa! Gisele chegou mudando as regras. Volta a saúde, volta a beleza solar, volta a abundância, o mulherão. Foi uma época gloriosa para modelos made in Brazil no geral. Os traços alongados e mais pronunciados ganham destaque novamente. Gisele com seu nariz, bocão e cabelão mudaram tudo. Notaram que tem um padrão de “corrente x contracorrente” aqui, né? Então vocês já podem prever o que aconteceu em seguida…

• Fim dos 2000: Beleza estranha

screen-shot-2016-12-06-at-4-54-07-pm

Eu não sei se essa fase tem um nome tão cativante quanto as demais, mas “beleza estranha” define bem. E eu não falo isso de forma pejorativa. Saem as Glamazons e entram os traços diferentes e exóticos, como os de Lindsey Wixson e Lara Stone. Um resgate do grunge com Marc Jacobs e McQueen. O rosto de coração (triângulo invertido) passa a dominar e as bochechas somem. Até a Madonna mudou de face! Lembram da era Jessica Stam, Sasha Pivovarova, Gemma Ward? De certa forma isso vem ecoando até hoje com Cara Delevingne e seus rostos felinos.

• Presente e futuro: ?.

gigi-hadid-rosto

Se você quer saber meu pitaco, o panorama já começou a inverter de novo, com Gigi Hadid. Sua carinha de saúde – com bochechas e uma alma solar. Acho que está rolando um retorno do que é mais natural, em vários aspectos da moda e da beleza. O formato do rosto e a fisionomia também entram nisso… 

É muito importante que a gente entenda que existem estes ciclos por dois motivos: primeiramente e mais importante, para que isso não afete a nossa autoestima. E daí que você não tem as cavidades na bochecha do padrão vigente se isso vai mudar a qualquer momento? O segundo motivo é para que ninguém assuma algo definitivo ou drástico sem que seja algo que quer mesmo, independentemente de modismos (que, convenhamos, ninguém é imune). 

supermodelos-formato-de-rosto

Do ponto de vista da consultoria de imagem, que é a da percepção que têm nossos cérebros, o importante é apenas a proporção. Um rosto oval é o que sua biologia espera e isso pode ser simulado com pequenos ajustes no corte de cabelo, os decotes certos e até um brinco certeiro. Nada drástico ou definitivo. Só um pouco de ótica! Ainda vou escrever mais sobre isso, se isso te interessa, fique de olho aqui…

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

VOCÊ NÃO TEM O QUADRIL GRANDE
QUAL É O SEU FORMATO DE ROSTO?
COMO É SUA RISCA DO CABELO?
O EFEITO PÉ DE PORCO