17/04/2018

Já fazia um tempo que não rolava um post deste tipo por aqui! Para quem não lembra, combo cromático é a tag onde eu faço sugestões de mistura de cores e mostro algumas ideias de como implementar na sua vida. O duo escolhido de hoje talvez seja uma combinação que eu sei que já agrada muita gente: azul e amarelo

Acredito que a maioria de nós já fez uma misturinha de azul e amarelo, nem que seja uma peça azul marinho com um acessório amarelo. Mas existem muito mais possibilidades para essas duas cores que podem fugir totalmente do óbvio. Se você já achava ousado apenas nos detalhes, olha quanta coisa diferente pode surgir desse mix:

Selo Blake, Zendaya, Olivia e Giovanna de qualidade!

Clean!

Minimalista

Claro que ninguém precisa mergulhar com tanto entusiasmo nesta mistura se não se sentir à vontade. Até porque, azul e amarelo são duas cores primárias (quem lembra do jardim de infância?). Então, a menos que você escolha tons bem sóbrios, pode formar algo super colorido – e até contrastado. Mas uma vantagem de se ter estas duas cores num look é que o amarelo é habitualmente quente e o azul, frio. Ou seja, dá para escolher o que vai ficar mais perto do seu rosto de acordo com o seu tom de pele. Ainda assim, vale lembrar que cada um tem seu azul e quase todo mundo tem um amarelo. Eu mesma sou de cartela fria e tenho um bocado de amarelos. 

Que espetáculo misturando dois azuis!

 

Amo com a onça!

Já tem um tempo que eu estou querendo fazer este post. Acabei adiando ou esquecendo. Mas agora, com esta súbita alta vertiginosa do amarelo, oferta e desejo eu sei que não vão faltar. Já o azul, mal ou bem, é aquela cor que a maioria das pessoas já tem no armário sempre (nem que seja um bom marinho). E como combinar azul e amarelo e ficar harmonioso?

Não é regra! Dito isso, uma maneira que eu acho bem inteligente e à prova de balas é casar tons por intensidade. Um amarelo pastel e um azul pastel, um marinho com um ocre, um canarinho com um azul-claro-faber-castell… Assim é mais garantido – embora não seja de forma nenhuma a única solução. Considerem isso um truque para facilitar! E é claro que, para quem é mais discreta, sempre vale manter a mistura apenas nos detalhes. O importante é não deixar de experimentar. O que acham do combo cromático azul e amarelo? Já usam? Quem pretende arriscar?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Volta e meia, com uma certa frequência, eu escuto alguém proferir “tenho pele quente porque minhas veias são verdes” ou “tenho pele fria porque minhas veias são azuis“. As pessoas falam com uma convicção cativante. E a cada vez eu tento explicar que isso não quer dizer nada…

Veja bem, meu tom de pele é frio e minhas veias são ora verdes, ora azuis e umas até meio lilás. Esse truque é um atalho que vejo ser muito usado para acertar no tom da base da maquiagem. Talvez seja mesmo útil em alguns casos, mas isso de forma nenhuma pode ser considerado um diagnóstico. Até porque… Onde ficam as pessoas de pele neutra em meio a isso? Por isso que eu desencorajo fortemente usar esse tipo de coisa como referência. 

Por enquanto, até onde eu sei, o único jeito de determinar a sua coloração pessoal é através de uma análise cromática presencial. Todo mundo que pergunta sobre análise cromática online já ouviu de mim que não acho viável. Se você não quer ou não pode fazer um diagnóstico ideal, existem alguns truques que você pode usar e que eu já citei aqui:

• Se orientar pelo contraste: qualquer um consegue determinar o nível de contraste de alguém. Inclusive o nosso próprio contraste.

Repetir a cor do olho: Uma cor que sempre vai funcionar para você é a cor da sua íris. E funciona tanto para roupas quanto para o cabelo ou luzes.

Azul marinho: Precisa estar bem e não sabe que cor usar? Porque não o azul marinho? É um clássico que funciona para todo mundo. Sem contar que combina com todas as cores.

Então, só para reforçar, pare de usar as veias como diagnóstico. Tem mais chances de acabar te confundindo do que te ajudando. E pior, você pode acabar comprando tudo errado. Mais vale seguir seus instintos do que suas veias. O que acham?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Esta terça-feira parecia que seria um dia banal qualquer… Mas um terremoto grau 10 na escala capilar atingiu a internet e nossas vidas mudaram para sempre: Leighton Meester, nossa eterna Blair Waldorf, resolveu fazer um #publi e ficar platinada. Eu disse PLATINADA. O maior ícone brunette da história da TV (apesar de ter nascido loira, abafa) resolveu fazer a Jenny Humphrey e ficou loirassa… Incolor até. 

Leighton Meester Platinada antes e depois morenaLeighton Meester Platinada antes e depois morena

Tava tão linda e saudável nosso bibelô (mesmo sem make!)

Espero que este cachê tenha sido muito bom. Mas além disso, parece que a transformação é para um papel na TV. Quando envolve meu entretenimento televisivo eu já perdôo de antemão, né? Só que uma coisa é certa: Blair jamais perdoaria uma tragédia capilar dessas. Vou chamar de assassinato

Dito isso, acho que a palavra é assassinato mesmo: Leighton Meester nunca conseguiu se dissociar do seu personagem de Gossip Girl e a gente sabe o quanto isso pode ser ruim para uma atriz. Abandonar o cabelo escuro pode ser a virada de chave que ela tanto precisa. A gente vê Gwen Stefani, mas não vê Blair Waldorf com este novo cabelo. E por isso, só por isso, eu considero que pode ter sido uma mudança positiva. Também não diria que foi a pior transformação que eu já vi… Nem mesmo dela. Teve um outro loiro que era de doer. E tem muita Sophie Charlotte por aí que se estragou mais do que Leighton. 

Leighton Meester Platinada antes e depois morena

Mal ou bem, ficou bem estilosa, né? E quem é Blair Waldorf mesmo?

Existe a possibilidade (teórica) de ela ser de uma estação opaca… Sendo assim, o platinado poderia não ser a pior ideia do mundo. Mas a gente não pode se esquecer da coisa que eu mais martelo na cabeça de vocês sempre – o contraste! Leighton Meester tem o olho cor de blecaute. A harmonia morreu. Muito embora o cabelo tenha ornado bem com a sobrancelha claríssima que sempre me incomodou, ela ficou só olho. O resto do rosto ficou completamente abatido. O viço, que foi algo que ela sempre esbanjou, se foi. Envelheceu e abateu nossa pobre Blair. 

Leighton Meester Platinada antes e depois morena

#ToscoshopDaGabi

O Toscoshop de hoje ficou um pouquinho mais tosco que o habitual, em parte porque é muito difícil transformar um platinado num castanho no photoshop, rs. Mas considerem a aura de Leighton neste Gif. O look platinado tirou toda a tridimensionalidade do rosto dela. Ficou tudo meio chapado. As bochechas e lábios perderam a cor e brotou uma olheira ali que não estava antes. Ela envelheceu umas duas décadas em 4 horas de descolorante. Já na versão morena a saúde volta para as bochechas, o pigmento volta para a boca e o olho deixa de ser um elemento flutuante na paisagem e passa a fazer parte do conjunto. Conseguem ver?

Já pode entrar na fila de atendimento prioritário?

Outra coisa importante: se o seu contraste baixou muito, tem que rever a intensidade da maquiagem. Tudo muito saturado destoa um bocado. Embora ela tenha conseguido dar uma equilibrada no conjunto da obra, causa um baita estranhamento essa make tão forte contra um contraste tão baixo. Como o olhão preto da Namaria Braga… Meu sonho conversar sobre isso com ela, rs. #OffTopic

O look novo dividiu muitas opiniões e eu acredito que existem sim coisas positivas e negativas. Mas se você tira o aspecto “atriz” e o fator “trabalho”, jamais isso faria sentido. Aliás, a melhor coisa desta transformação foi descobrir este batom meio vermelho meio pink deslumbrante! É o Dragon Girl da Nars (obrigada à companheira Natalia pelo empenho na investigação!) que eu estarei adquirindo sem falta, rs. O que acharam da mudança?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS