31/10/2016

Infelizmente, eu não pude comparecer ao evento, mas agradeci ao convite, rs. Rolou neste fim de semana em Los Angeles o Gala do LACMA Art + Film e a Gucci é um dos seus patrocinadores. Excelente oportunidade para ligar para as amigas e chamá-las para um tapete vermelho praticamente exclusivo da marca no museu:

Gucci

Rosie Huntington-Whiteley, esta obra de arte, poderia mesmo estar em um museu, rs. Escolheu um vestido meio camisola, meio baile de formatura dos anos 80, com um cinturão de tigre. Adorei o resultado! Gosto desta coisa meio kitsch, principalmente para ela, que costuma ser mais sóbria. Vestiu com perfeição.

screen-shot-2016-10-31-at-1-55-08-pm

Brie Larson também foi nos babados – tendência master das próximas estações que já falei aqui. Não sou particularmente fã deste look por dois motivos: primeiramente, a cor. Acho este tom de azul um pouco tóxico, cai bem em pouca gente. O outro motivo é o sapato. Quando a meia-pata tem meio-palmo, acho que só cabe num vestido que a camufle melhor. Eu entendo que muita gente ama e que é muito confortável, mas a meia-pata não é muito elegante (me perdoa gente). Num evento de gala, acho que esse modelo fica melhor escondido num longo ou calca sem abertura. 

screen-shot-2016-10-31-at-1-58-25-pm

Gwyneth Paltrow botou as pernocas para jogo e deixou o destaque do vestido para os ombros. Achei o vestido muito bonito, com este contraponto entre o exagero e a sobriedade. E os acessórios estavam na medida. Ótima escolha o sapato metalizado!

screen-shot-2016-10-31-at-1-51-36-pm

Alessandra Ambrósio optou por um longo esvoaçante lilás, com bordados bucólicos. Não amo este vestido, mas gostei do drapeado e do styling com cabelo mais moderninho, fazendo o contraste de estilos. Acho orelha de fora muito cool, rs. Observem nas moças de cima também.

screen-shot-2016-10-31-at-2-03-41-pm

Zoe Saldana, por que não levou o marido? Amo o casal! Quanto ao look, adoro que ela botou um batom vermelho com o look rosa. Acho que faz um clash interessante! Não sei se foi a postura na foto, mas achei que faltaram alguns ajustes no seu Gucci. Tirando isso, gosto deste vestido maluco com parte da fauna.

screen-shot-2016-10-31-at-2-10-51-pm

Courtney Love nem esperou a festa começar para se divertir, rs. Acho que isso explica os amassados e as manchas. Mas é isso aí, o importante é viver! Amo esta cor e o destaque em preto. O decotão caiu com perfeição na modelagem mais sóbria. Os babados com plissados são sublimes!

screen-shot-2016-10-31-at-2-06-49-pm

Salma Hayek tem um corpo um pouco difícil de vestir. Isso porque ela é bem mignon e tem um busto bem grande. Achei sábia a escolha do modelo corpetado, que tenta equilibrar o volume nos ombros e quadril, enquanto valoriza a cinturinha. Só estranhei um pouco esta faixa nude no peito. Acabou ficando destacada. Teria sido melhor de o forro fosse no tronco todo.

screen-shot-2016-10-31-at-2-05-55-pm

Demi Moore e sua banheira de formol, que a faz ter a mesma cara eternamente. Encarou uma produção de princesa, com direito a manga bufante e sapato de boneca. Até cabelo extra longo (que faz a minha tesoura imaginária coçar) rolou! Achei muito bonita e diferente, apesar de ligeiramente infantil.

Gostei do conjunto do evento! Acho que a vantagem de ter quase uma marca só no tapete vermelho o deixa mais variado e colorido. A Gucci é certamente uma das marcas de maior destaque hoje e apesar de eu não ser tão adepta desta abordagem mais lúdica, estou gostando do que vejo por aí…

 

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Eu não sei como se deu este encontro, Marina Ruy Barbosa e Paris Fashion Week. Só sei que foi um encontro muito fortuito. Sempre bom ver brasileiras fazendo bonito na moda, ainda melhor quando é lá fora. E que sucesso tem sido a passagem de Marina pela capital francesa… Por que ela resolveu desfilar seu fashionismo pelos eventos parisienses ainda não sei, só sei que está fabuloso:

marina-ruy-barbosa-paris-_1marina ruy barbosa

Amei esta produção da Gucci, que brinca com contrastes entre o elaborado e o básico. Um casaqueto desses, cheio de cores e texturas pede um contraponto. Por isso adorei a escolha do jeans skinny detonado e da camisa branca. Gostei da pontuação com vermelho nos acessórios também. Acho que poucas de nós terão acesso a esta jaqueta, mas podemos usar a estratégia com outras peças similares. 

marina-ruy-barbosa-paris-_2marina ruy barbosamarina-ruy-barbosa-paris-_3

Nunca vi Marina tão bela. Talvez seja em parte o talento do fotógrafo, Leo Faria, que sempre nos deixa com uma cara de Photoshop, mesmo sem o tratamento (como nessa minha foto de perfil que eu amo e não desapego, rs). Não preciso nem dizer que a produção é Valentino, né? Este comprimento no tornozelo costuma ser bem ingrato. O scarpin de salto nude foi uma solução esperta para esta questão. Eu demorei para notar que não era midi. Gosto que ela foi com um sapato mais sexy, para opor ao romântico da roupa.

marina-ruy-barbosa-paris-_6marina-ruy-barbosa-paris-_7

Mais um Valentino, desta vez de festa, em seu vermelho clássico. Achei perfeita a escolha do coque despojado e da bolsa Rockstud, com tachas, ambos complementando com harmonia o vestido rendado. O caimento é impecável, com a abertura da saia na medida certa… Ela parece até mais alta!

marina-ruy-barbosa-paris-_5marina-ruy-barbosa-paris-_12

Já este look é Dior. A princípio achei que era saia e blusa, mas pelo que ela escreveu é vestido – e Couture! Nada mau. Adorei a parte da camisa e acho que este tom de azul é o ideal para ela (a confirmar com uma análise cromática). Misturar textura e estampa é um recurso muito bacana. Gostei de detalhes como o colar extralongo e a manga desfeita com cadarço pendurado. Acho que traz um pequeno caos necessário, para tanta perfeição. 

marina-ruy-barbosa-paris-_9 marina-ruy-barbosa-paris-_10marina-ruy-barbosa-paris-_4

Que linda nesta última foto Marina Ruy Barbosa! O styling de alguns looks é do Lee Oliveira, incluindo este para o desfile do Elie Saab. Adorei este vestido, inusitado para o estilista, mais ainda cheio de texturas e dimensões. O rabo baixo ficou perfeito para a sensualidade da roupa. 

marina-ruy-barbosa-paris-_15marina-ruy-barbosa-paris-_16

Em uma outra festa, Marina foi de longuete shiny disco ball, Dolce & Gabbana. Usar decote fechado assim num tubinho é uma boa estratégia para alongar a silhueta. Reparem como ela ficou longilínea… O styling deste look é de Juliano e Zuel. Cabelo solto, excelente escolha para o vestido de brilho, numa ocasião mais casual.

marina-ruy-barbosa-paris-_11marina-ruy-barbosa-paris-_14  marina-ruy-barbosa-paris-_13

Tem ainda as produções mais “gente como a gente”, como os que ela usou em fittings (experimentar as roupas da semana de moda) ou até um look aeroporto. Isso não quer dizer que sejam totalmente tangíveis, já que apenas em artefatos de couro ali acumula-se o PIB de Bangladesh. Mas são inspirações mais vida real. Queria comentar que amo ruivas de roxo, acho uma mistura linda, principalmente em mulheres de olho verde! Quem tem cabelo com colorido, nasceu predisposta a vestir colorido, rs. Gostaram dos looks da Marina Ruy Barbosa em Paris?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS