O título é sensacionalista, eu sei. Mas também sei que existem muitas mulheres que resistem ao rosa por conta dessa alusão à infância. Culpa da Barbie, talvez? Ou traumas de tanto nos empurrarem a mais emblemática “cor de menina”? A verdade é que o rosa pode ser um pouco discriminado (não tanto quanto o marrom, mas um pouco também). No entanto, acho que neste ano a Pantone acertou a previsão em cheio com o rose quartz: nunca se usou tanto rosa, neste século. E a vantagem das tendências é que elas nos permitem revisitar conceitos e rever nossas concepções…

img_3477   img_3480img_3487             
Pessoalmente, adoro rosa! Acho que é uma cor bonita, moderna e com variantes suficientes para que todo mundo tenha um tom legal para si. Felizmente a minha cartela conta com pelo menos 12 variantes da cor (que tem mais opções para peles frias). Não tenho tantas peças da cor quanto gostaria, mas as que tenho, eu amo. E para quem tem essa dificuldade com o rosa, tenho algumas receitinhas que podem quebrar essa imagem de que é uma cor infantil:

Elementos masculinos

rosaimg_3478

Usar rosa com itens do armário masculino cria um contraponto perfeito para quebrar a referência “menininha” da cor. Gravatas, sapatos pesados… Funcionam muito bem e dão equilíbrio.

Alfaiataria

img_3479

Não deixa de ser algo do universo masculino, por isso também é uma boa opção. Ternos, camisas, chemisiers… 

Com cores inusitadas:

img_3485img_3469
img_3467

Usar o rosa com outras cores inesperadas e mais “maduras” dão a quebra necessária para quem quer fugir do look menina. Vermelho vibrante, vinho, o verde… Amo rosa com verde! E não é por causa da Mangueira, rs. 

Com nude:

img_3494

O rosê com o nude ficam lindos juntos! Criam aquele tom sobre tom bonito e moderno que já falei por aqui. Ótima pedida sobretudo para meninas com coloração bem clarinha ou, opostamente, negras.

Em estampas modernas:

img_3492
img_3482img_3491

Padronagens geométricas, por exemplo, ou em outros estilos contemporâneos ajudam a dar uma outra abordagem à cor. O floral e outras estampas mais girlie reforçam aquela impressão que você não quer. 

 

Com peças utilitárias:

img_3489img_3486
img_3481

Jeans e/ou jaqueta são bons companheiros para o rosa. Essa cara mais “pesada” também serve para criar um contraste de estilos, que equilibra o styling.

Com cores neutras:

img_3488

Por fim, o mais óbvio, usar o rosa como uma pitada de cor em um look de tons neutros. Nenhum mistério! Mas o suficiente para um look moderno, contanto que as modelagens também sejam. 

Seja pink, rosê, blush, antigo ou outro, existe um rosa que pode servir para você – e te servir muito bem, inclusive. Vale dar uma chance e aproveitar para experimentar algo diferente. Essas são apenas algumas soluções para quem teme parecer muito menina com esta cor. Tirando isso, qualquer manifestação de rosa é bem-vinda – sobretudo neste mês!

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

11/10/2016

Desculpem, eu não sei como chamar este tipo de penteado em português e minha referência imediata se chama Chun Li. Se você nasceu neste século, talvez não saiba do que eu estou falando, mas calma que eu mostro. Os coquinhos duplos no estilo da nossa Street Fighter favorita estão em voga como nunca: 

c2aa8015b870a8969b442c3adb59b2df

Em inglês, são chamados de pigtail buns, o equivalente de “coque maria chiquinha”. Apesar de me parecer algo um pouco infantil, não posso dizer que não gosto dos tais coques. Acho super charmoso! Talvez seja por conta da Chun Li e minhas memórias dos anos 90. Afinal, na década de Spice Girls, Britney e Gwen, não havia escassez deste penteado, rs. Habitualmente é difícil determinar onde uma tendência ganhou força. Neste caso, não se iluda, a culpada é Khloe Kardashian. Minha favorita dentre as irmãs é definitivamente a que fornece mais inspirações capilares, sempre experimentando com cortes e penteados diferentes. Um dos que ela tem usado é justamente este:

screen-shot-2016-10-11-at-2-41-50-am screen-shot-2016-10-11-at-2-42-36-am screen-shot-2016-10-11-at-2-46-44-am coquinhoscoquinhos

Não sei se ela própria pegou a referência de algum outro lugar, é possível. Mas a verdade é que desde que ela apareceu com seus coques gêmeos no alto da cabeça, o povo não parou mais de reproduzir o look. O que eu acho mais bacana neste penteado é o despojamento, a praticidade e a vantagem de poder usar com cabelo ainda úmido. Isso porque o acabamento não importa. Aliás, não é para ter acabamento, rs. Mesmo para cabelos repicados funciona, porque os fios displicentes fazem parte da proposta. 

screen-shot-2016-10-11-at-1-52-43-amscreen-shot-2016-10-10-at-12-51-16-pmccb75856ee4abfc86eab16ef0baf76fe  screen-shot-2016-10-11-at-2-16-44-am coquinhos 3c9323d775456ee37a486c9d5f5ea296  screen-shot-2016-10-10-at-12-52-27-pm

Eu adoro prender o cabelo em um coque quando ainda está semi-molhado. Assim quando eu solto dá um movimento. No caso, acho até melhor serem dois coques, para poder direcionar as ondas e também porque estou com cabelo curto, rs. Uns grampinhos dão conta do recado. E se for Spin Pin, basta um para cada lado. O importante a lembrar é existem poucos penteados mais despojados que este dos coquinhos duplos. Por isso, não dá para usar em qualquer circunstância… Eu desaconselharia o uso no trabalho, a menos que você atue numa área muito criativa. Em festas formais, mesma recomendação. De resto, acho que é uma opção descolada para a praia, piscina ou até academia

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

27/08/2016

A sombra rosa nunca esteve tanto em destaque. Apesar de sempre vê-la em alguns de nossos personagens favoritos da TV (Serena Van Der Woodsen era embaixadora), levou algum tempo para a pálpebra rosada ganhar status de tendência. Hoje o tom ganhou destaque e eu acho que é uma ótima alternativa aos marrons do cotidiano. Aliás, uma ótima opção para o dia-a-dia.

IMG_1163

O rosa funciona como um tom básico, porque é uma cor que se aproxima da coloração natural da pele (como os marrons). Eu me lembro que quando eu era pequena minha mãe passava o blush na pálpebra. Com o olhar de agora, acho uma boa idéia, inclusive porque dispensa a compra de um produto novo, rs.

IMG_1170

Esse é o look mais clássico. Um toque da cor na pálpebra e côncavo, combinado com delineado discreto e uma boca de acabamento natural (talvez com um lip tint). 

IMG_1133

Olha como fica lindo com acabamento metalizado! Acho que o segredo aqui é um lápis preto na linha d’água superior e o gatinho ali no canto.

IMG_1137

Uma opção mais ousada é escolher uma cor vibrante para usar na pálpebra toda, reforçando no côncavo, sem o pretinho do delineado. Nesse caso, eu capricharia ainda mais no rímel, para não causar estranheza.

IMG_1136

Dá para fazer um belo esfumado com tons de rosa fechados ou misturando com algum marrom. Nessa versão mais escura acho legal fazer como na foto e riscar a linha d’água inferior com um lápis claro.

IMG_1135

Glitter rosa é um risco, mas que pode valer a pena. Com tons mais fechados e uma base esfumada, fica um espetáculo!

IMG_1138

Sombras cremosas criam um look colorido e iluminado ao mesmo tempo, usando um só produto. Prático e lindo. 

IMG_1164

O pink pode ser bem descolado e acho que é uma boa pedida especialmente para meninas negras. Eu só tomaria cuidado para encontrar uma cor que combine com a tonalidade de pele. Rosa-choque costuma ser um tom bem frio. Se você tem pele quente, pode não valorizar. Aí vale migrar para uma cor mais puxada para o pêssego.

IMG_1156

Esse é para corajosas: uma sombra só na pálpebra toda, em cima e embaixo. Adorei esse tom cintilante, puxado para o cobre. Ficou um enscândalo com o cabelo ruivo.

Sombra rosa 

Não sabe o que fazer no olho quando está de batonzão? Taí uma alternativa simples e discreta. 

IMG_1146IMG_1143

A opção de sombra rosa que eu mais gosto é combinada com batom vinho. Além das cores conversarem super bem entre si, é a combinação menos óbvia e mais distante do look Barbie.

IMG_1155

Complementando o strobbing com uma sombra rosada. O look super iluminado fica ótimo com essa pitadinha de cor discreta. 

Os olhos verdes são os mais beneficiados pela sombra rosa. Isso porque são tons complementares e assim um realça o outro. Mas isso não quer dizer que não funcione para outras cores. O único obstáculo pode ser para peles negras muito escuras, porque é uma sombra clara. Mas nesse caso, basta escolher a textura certa, como pastosa ou cremosa, para dar a devida pigmentação. Um primer também pode ajudar, para quem não abre mão do pó. 

sombra rosa 1Sombra rosa gigi hadid

Gigi Hadid e a sombra rosa em dois momentos: um look bem natural e iluminado com delineador e outro esfumado e cintilante para a noite. Adoro essa versão meio ouro rosê para a noite, que foge um pouco do convencional e é uma ótima alternativa ao dourado e ao bronze. Notem como o olho dela se destaca! 

Com a harmonia certa, a sombra rosa pode ser um trunfo! Vale experimentar e descobrir uma opção diferente de cor básica ou até um novo tipo de destaque para o olhar. Minhas versões favoritas são aquelas com tons mais próximos ao da pele, que complementam nossa coloração. Vamos arriscar neste fim de semana?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS