Eu sei que o casamento real foi no sábado e que talvez vocês já estejam levemente saturadas do assunto “royal wedding” (eu não, mas ok, rs). Mas só agora eu consegui sentar para escrever meu parecer sobre as escolhas da noiva/princesa/duquesa Meghan Markle. De certa forma, foi bom esperar um pouco também para ouvir as opiniões de ambos os lados. Mas é claro que eu não estou aqui apenas para repetir o que já foi dito. O importante aqui é o que a consultoria de imagem tem a dizer sobre este vestido, este momento, este look completo. 

• O estilo :: Muita gente achou o modelito Givenchy sem-graça. Eu chamaria de clássico. Tenho sim algumas ressalvas para este vestido, mas nenhuma se refere ao estilo. Primeiramente, porque é a cara dela. Meghan Markle tem um estilo ultra clássico e, desde que se tornou elemento da família real, não foi nada menos do completamente protocolar. Existem algumas teorias sobre a real inspiração para o vestido, mas se alguém me dissesse que saiu da cabeça dela eu acreditaria totalmente. Ela estava vestida dela mesma, o que é o melhor tipo de roupa. 

Outro ponto importante: a hierarquia. Kate Middleton seria a rainha na linha de sucessão. Por isso, Meghan não poderia concorrer com o look de noiva da cunhada de forma nenhuma. Ao invés de fazer um elaborado pela metade, foi no caminho oposto, com o modelo mais enxuto possível. Mais uma questão: casamento de manhã, na primavera, numa residência mais campestre da família real, fora de Londres. Precisa de tanta coisa assim? O mesmo vale para a maquiagem aqui. Eu não colocaria uma gota a mais. Bom, talvez um batonzinho, por motivos pessoais, rs.

Por fim, o ápice da estratégia, na minha opinião: deixar todo o ponto focal para o rosto. Sem nenhum destaque no vestido e detalhes apenas nas jóias, não nos resta outra opção a não ser olhar para o rosto de Meghan Markle. E que rosto, não é mesmo? A acho deslumbrante desde o primeiro episódio de Suits.

Coloração :: Eu tenho uma teoria de que Meghan Markle é uma daquelas raras pessoas que fica bem de branco. Talvez eu não achasse isso até vê-la de fato no vestido. Mas dá para dizer que não funcionou? Ainda mais com tão pouca maquiagem? Eu vejo viço ali! Não acho que ela tenha pele fria, exatamente. Mas acredito que ela possa ser de uma cartela neutra de Inverno. Só uma teoria minha… 

Modelagem :: É aqui e apenas aqui que eu tenho alguma ressalva com este Givenchy para a Meghan Markle. São duas questões para mim. A primeira, é o caimento. Acho que o tecido é um pouco mais robusto do que eu gostaria e, por isso, acabou não ficando tão ajustado nos braços (ela tem braços bem fininhos) e no colo. Acredito que o resto do vestido não marcava o corpo por uma escolha da noiva mesmo. É a versão dela de modéstia e discrição. Mas quando isso acontece no braço, fica parecendo que faltou ajuste. 

A segunda é o tipo físico da noiva, que não foi considerado. Meghan Markle é um clássico triângulo invertido (assim como Kate Middleton). Isso significa que ela tem os ombros mais largos que os quadris, proporcionalmente. Com isso, um decote canoa não seria a minha opção para ela – a menos que a saia fosse bem mais rodada no quadril. Na foto em que ela desce as escadas nota-se bem a desproporção. Já o seu segundo vestido, Stella McCartney, é perfeito para o seu tipo de corpo, porque tem um decote que diminui visualmente os ombros e cria a ilusão de uma silhueta bem ampulheta. Ponto para ele. 

• A tiara :: A tiara foi o ponto alto deste look para mim. Não só porque é linda até dizer chega (bem do jeitinho vintage que eu gosto) mas também porque é tecnicamente perfeita. Lembram que eu falei do rosto ser o único ponto focal? A tiara é o elemento que mais reforça isso. Além de deixar conservar o formato do seu rosto bem oval, ele tem uma simetria centralizada que guia o olhar para o centro do rosto dela. Assim a gente não como deixar de olhar para o rosto. O cabelo partido no meio também contribui. Mesmo na foto de grupo, observem:

O ponto focal da foto é ela. O rosto dela. O segundo é a Beth, rs. Aliás, eu gostei do look verdinho dela, viu? Achei ótimo para a coloração dela e tá no esquema de cores da família. Sem contar que tem uma pitadinha de roxo ali, a cor complementar – e da realeza. Dando seu recado, né?

E aí? O que acharam do look da Meghan Markle? Saíram do post com a mesma opinião que entraram, rs? Eu amei este casamento ainda mais que o primeiro. E vocês?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Eu sei que vocês se interessam muito pela questão do formato de rosto e eu estou devendo mais posts sobre isso. A verdade é que eu acho este um diagnóstico um tiquinho difícil de se fazer sozinha e por isso eu hesito em abordar o assunto. Meu medo é que todo mundo comece a usar coisa errada porque não conseguiu definir muito bem o próprio formato e a culpa ser minha, rs. Mas, dito isso, sempre vale dar uma conferida no post sobre formatos de rosto e tentar se reconhecer por ali. Se por acaso você concluir que tem o rosto redondo, volte aqui para pegar algumas dicas de como emoldurá-lo com decotes

     

Para nos ajudar nesta tarefa, trouxe Olivia Palermo para ilustrar alguns exemplos de decotes de sucesso para rostos redondos. Afinal, tudo é uma desculpa para incluir Olivinha na pauta, rs. Além disso, acredito em alguns momentos que ela tenha um rosto arredondado. Ele mudou ao longo dos anos, então já não sei mais dizer ao certo. Ainda assim, sempre bom tê-la por aqui!

Decotes em “V” :: Nenhum mistério aqui, né? Aliás, é uma modelagem muito boa para muita gente (mas não todo mundo como se prega, ok?). O formato em V cria um desenho aprofundado sob o rosto que ajuda a simular um rosto mais longilíneo. Além disso, cria a ilusão de ótica de um rosto mais fino na linha do maxilar, aproximando o rosto redondo do rosto oval – de proporção ideal.

Decotes profundos :: Mesma lógica do anterior, um pouco mais exacerbado, rs. Só não recomendo para quem tem busto muito grande. Cai melhor em quem tem pouco peito para não criar aquele efeito de bumbum número 2, rs. Mas há quem goste… Eu acho que não orna muito. Já o decote em “V” tradicional é um trunfo para seios fartos.

Colarinho aberto :: Acho que já deu para identificar um padrão aqui, né? O colarinho aberto reproduz os efeitos do decote em V. Cuidado apenas para que as pontas não apontem para as laterais. Para baixo é melhor. 

Sobreposição :: Então quer dizer que você não pode mais usar gola careca ou até uma gola rolê? Nada disso. Para essas horas, minha recomendação é fazer uma sobreposição com uma peça que tenha esse formato mais afunilado. Um blazer, um cardigã… Isso já ajuda a compensar e a criar o efeito desejado. 

Estampa em V :: Esse pode ser um pouco mais difícil de achar mas é bem legal. Talvez não se aplique a todos os modelos, dependendo da cor da peça (e da sua). Mas uma estampa em “v” numa peça já ajuda a recriar o efeito do decote. 

Isso quer dizer que esses são os únicos decotes possíveis para uma pessoa de rosto redondo? De forma nenhuma. Até porque, ninguém é obrigada a seguir isso sempre. Ainda assim, sempre vale dividir e experimentar a estratégia. O que acham?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Rolou nesta madrugada a premiere do terceiro filme dos Vingadores da Marvel, também conhecido como Avengers 3. Acho que nunca antes na história do cinema tantos grandes nomes foram reunidos em um só filme. Nem em Os Mercenários 1, 2 ou 3 se viu tanta estrela junta. Felizmente, tem muita moça bacana nesse filme também, o que nos rendeu uma boa pauta de tapete vermelho.

Já vou logo adiantando que, apesar do casting de sucesso, os looks me deixaram um pouquinho decepcionada. Talvez porque são muitas estrelas juntas, a galera não exagerou demais para não se ofuscar mutuamente. O que não quer dizer que não tem produção legal… Temos muitas! Mas vocês sabem que eu sempre avalio com um pouco mais de rigor técnico. Ainda assim, temos boas inspirações e aprendizados para tirar do evento!

Avengers

Abrindo os trabalhos com a minha favorita da noite, Zoe Saldana. Ficou devendo o marido ali (se vocês não sabem do que eu estou falando, recomendo a leitura deste meu texto antigo, rs). Eu amei essa releitura do smoking em versão macacão. é das coisas mais simples e lindas que eu já vi. Minha única implicância, só porque eu trabalho com isso, está nas cores. Não acho que preto e branco valorizem a fisionomia dela. Senti muita falta de mais maquiagem para compensar no contraste. Minha sugestão seria um batom mais forte e pronto. Poderia até ficar com o cabelo simples. Mas eu entendo que, depois de muito chá de cadeira para se maquiar de verde, ela esteja um pouco saturada de maquiagem, rs.

Avengers

Seguindo com outro favorito de Avengers: Elizabeth Olsen. É a cor dela? Acredito que não. Mas ela sim compensou o contraste com um belo batom! E tem mais: a transparência (lembram deste post?). Algo sobre essa renda é um pouco romântico para meu perfil – o que é de se esperar de um Oscar De La Renta. Ainda assim, eu adorei. E o que eu gostei mais ainda é do sorrisão. Muito melhor que carão, não acham? Me ganhou nisso.

Scarlett Johansson cometeu um crime com este cabelo. Ela ficou com um rosto exacerbadamente triângulo invertido. Não acho que é necessariamente o corte, mas sim o penteado. Apesar disso, temos alguns pontos positivos. A começar pela make. Amei esse esfumado roxo. Acho que ficou um espetáculo com o vestido prata! Coordenou muito bem. Como  vocês sabem, metalizado é bem neutro, por isso vale um colorido na make. Eu gosto muito deste vestido da Erdem. É totalmente fora do óbvio e bem elaborado. Minha maior crise com ele é a modelagem para o corpo dela. ScarJo é bem mignon e eu acredito que um tomara que caia midi achate um pouco a sua silhueta. Eu teria feito no joelho ou com um decote mais alto. 

Gwyneth Paltrow foi bem Gwyneth para a estreia de Avengers… Vestido clean, pernas de fora – e que pernas! Não sei se é a cor dela, gostaria de vê-la numa cor mais fria, mas o contraste tá direitinho. A sandália é perfeição! Quase na cor da pele e bem arrumada. Adorei!

Letitia Wright pode ter incorporado a personagem aqui, rs. Eu achei super moderno, jovem. Não vou dizer que amei, mas apreciei a ousadia e a criatividade do seu Prada. Não diria que a cor é ideal, mas o contraste está em dia. Outra coisa que eu adoro é o contraponto da rigidez do terno com a feminilidade do tule e laçarote. Trocaria a bolsa, rs.

Eu não consigo nem decidir se eu gosto deste modelo da Evangeline Lilly, porque eu estou muito distraída pela cor. Para mim, ela tem que passar bem longe deste dourado amarelado. A apagou completamente. Os olhos tão característicos dela sumiram! Não consigo falar mais nada.

Update: não me aguentei e fiz um toscoshop rápido. Não é perfeito… Até porque tem transparência, rs. Mas olha que melhora!

Danai Gurira talvez tenha sido um case da noite. Não diria que está perfeito. Mas o seu Zuhair Murad vestiu muito bem e a cor funcionou, pelo menos no contraste. Fico em dúvida no batom. Minha única observação, talvez até uma implicância pessoal minha, é que talvez ela tenha muita comissão de frente para este tipo de decote. Os mais profundos eu costumo preferir em moças com menos peito. Órbitas que não fiquem naquele unidos-venceremos (meu sonho um sutiã que mantenha cada um no seu lugar, mas nunca consegui, rs). 

Jennifer Connelly é musa Louis Vuitton e, naturalmente, usou um look da maison. Fiquei decepcionada com a simplicidade, mas a estreia não é dela, mas sim do marido, Paul Bettany. Por isso, faz sentido um look mais comedido. Dito isso, não gostei mesmo assim. Essa cor claramente não é para ela e a modelagem é bem esquisita. Parece até que ficou grande, eu diria. Não sou a maior fã de roupa oversized. Só óculos e bijoux mesmo, rs. 

Brie Larson tem uma cintura menor do que as que a gente costuma ver no nos photoshops da vida. Ainda assim, seu Carolina Herrera conseguiu deixá-la quadrada. Até no rosto! Este decote não funciona bem para quem já tem traços mais retangulares. Além disso, branco não é para ela, sem sombra de dúvida. Amo Brie! Mas o look não fez jus a ela… Ou ao primor da Carolina Herrera.

O que acharam das produções? Algum favorito? Espero que ainda tenhamos muitas estreias mundo afora, para a gente curtir esses eventos mais vezes. Eu não vi o Avengers 2 ainda, então não sei quando vou conseguir assistir ao novo, rs. Mas com um  elenco desses, eu não quero perder. Sem contar que tem Guardiões da Galáxia no meio, que é meu favorito da Marvel. Quem vai assistir?

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS