LIQUIDAÇÃO :: LEIA ANTES DE COMPRAR

Consultoria de Imagem
03/01/2017

O ano começou e é de praxe que a liquidação se inicie por agora. Promoção é muito bom mas, como diria o poeta, pode ser uma “faca de dois legumes” (Assassinas, Mamonas. 1995) . Por um lado uma boa oportunidade para abastecer o armário, por outro um perigo para as finanças. E começar o ano se endividando ou entulhando o armário não é a melhor resolução, rs. Por isso, é importante encarar a liquidação com uma racionalidade virginiana. O que considerar na hora da compra?

liquidação

Custo x uso: A primeira crença sabotadora a abolir é o “tá barato”. Preço baixo não é suficiente para efetivar uma compra. Repita este mantra 100 vezes antes de entrar no shopping. Porque a tentação está lá, te esperando, toda sedutora. O melhor critério é o custo por uso. Mais vale um shortinho de 100,00 reais que você vai usar 100 vezes do que um de 30,00 que você vai usar 3 vezes. Escolha com sabedoria.

etiqueta-de-composicao

Composição e manutenção: Leia sempre a etiqueta de composição. Cuidado para não comprar gato por lebre, poliéster por seda, acrílico por lã. Todo mundo já caiu nessa alguma vez… E isso vale para qualquer loja, inclusive as mais sofisticadas. Uma lida na etiqueta já vai te dizer se o preço corresponde mesmo ao material. Vale dar uma olhada na parte da “manutenção” da peça também. Se tiver que lavar a seco a cada vez que usar, não está realmente barata, certo?

Contenha impulsos: Tome um cafezinho, dê uma volta.. Pondere bastante e, se for uma boa compra, vá em frente. 

 lista-de-compras

Lista de compras: Não saia de casa sem uma lista de compras. Priorize o que está faltando antes de consumir a verba com supérfluos. Pense em longo prazo, para usar o ano todo (ou a vida toda). Mas não precisa ser super rígida também… Não encontrou a calça social da lista mas se encantou por um vestido na liquidação? Leve sem culpa. Quem nunca saiu para compra pasta de dente e voltou com um leite condensado (ou seria só eu)? Sem neura. 

Cuidado com espelhos: Espelhos podem ser criaturas traiçoeiras. [Eu estou falando com você, espelho da Zara do Shopping Leblon!] Todas nós já passamos por aquela situação “na loja parecia tão bom!”. Mas tem muito ambiente projetado para dar um upgrade na realidade. Na dúvida, não leve. 

 calculadora

Estabeleça um orçamento: Não precisa ser de precisão cirúrgica, mas uma margem de gastos prévia para te orientar. E não esqueça de somar conforme compra. É fácil perder a conta, rs.  

É a sua cara mesmo?: Tendências estão aí para dar uma sacudida no nosso armário, mas também podem nos confundir um bocado. Estamos expostas à muitas referências e não é só porque achamos bonito que vamos querer usar. Eu acho tênis branco bem legal, apesar disso eu sei que nunca usaria, por exemplo. Então cuidado para não desperdiçar com algo que no fundo você não quer. 

Claro que estas são apenas recomendações para o período de liquidação (ou não)… Compras devem ser divertidas, sempre. Mas lembrem que acertar em cheio é uma satisfação de longo prazo, rs. Em tempos de crise é sempre bom otimizar o orçamento!

Beijos,

gabi

POSTS RELACIONADOS

Screen Shot 2016-06-30 at 3.25.13 AM
TEM CARA DE CARO?
  1. Pingback: Links Interessantes – Jú Figueiredo

  2. Gabriela Lopes Em 03/01/2017

    Adorei o post!
    Durante anos frequentei liquidações e comprava sem dó nem piedade (sim, Zara, estou falando com você!).
    Hoje em dia já nem ligo tanto porque me tornei uma consumidora muito mais consciente (depois da sua consultoria então, life changing!).
    Hj só me empolgo com liquidação quando vejo que uma peça que já tinha visto antes está com um preço mais razoável.


    Responder

  3. Pingback: Chata de Galocha! | Lu Ferreira » Arquivos Links da semana: referências reais - Chata de Galocha! | Lu Ferreira